Justin Bieber não será formalmente acusado por suposta briga com paparazzo

Os promotores não vão prestar queixa contra o cantor em relação a uma acusação de que ele teria socado e dado chutes em um fotógrafo

Rolling Stone EUA Publicado em 22/11/2012, às 12h25 - Atualizado às 12h39

Justin Bieber no American Music Awards
AP

Os promotores não vão prestar queixa contra Justin Bieber depois que uma investigação não encontrou provas de que o cantor teria dado socos e pontapés em um fotógrafo em um estacionamento, em maio. As informações são do site TMZ.

Galeria: os 25 momentos mais explosivos de ídolos adolescentes.

Bieber estava saindo do cinema com a então namorada dele, Selena Gomez, quando teria brigado com o fotógrafo. A polícia tinha pedido aos promotores que considerassem entrar com uma acusação de contravenção por agressão física contra Bieber, mas segundo a agência The Associated Press o médico só achou ferimentos superficiais no fotógrafo e os policias que estiveram na cena não encontraram nenhum ferimento.

Diversas testemunhas foram entrevistadas, mas nenhuma disse que viu Bieber chutar o paparazzo e várias afirmaram que ele continuou clicando o casal conforme eles iam embora da cena.

"Todas as fotos e vídeos feitos no local por vários profissionais foram assistidos e não há imagens de uma briga física”, diz o documento.