Justin Bieber lança música com participação de R. Kelly

“PYD” faz parte do projeto #MusicMonday; semanalmente, o cantor canadense divulga uma faixa inédita

Redação Publicado em 18/11/2013, às 09h46 - Atualizado às 10h01

Justin Bieber
Joseph Nair / AP

Enquanto a reputação de Justin Bieber ainda se recupera da passagem do cantor pela América do Sul, que foi repleta de episódios polêmicos que repercutiram no mundo todo, o cantor canadense segue com seu projeto #MusicMonday. Há sete semanas ele começou a campanha (com duração total de dez) na qual divulga uma faixa inédita toda segunda-feira. Desta vez, o lançamento é de "PYD" (que vem de “put you down”), single que ele gravou em parceria com o rapper R. Kelly. Ouça abaixo.

Febre teen: os 25 momentos mais explosivos de ídolos adolescentes.

A faixa, lenta, traz uma letra provocante na qual o cantor parece descrever os vários locais onde quer transar com a garota.

Justin Bieber decepciona fãs ao encerrar show de forma abrupta em São Paulo.

Até agora, por conta do projeto #MusicMonday, a conta oficial de Bieber no YouTube já postou as músicas "Heartbreaker", "All That Matters", "Hold Tight", "Recovery", "Bad Day", "All Dad" e a mais recente, “PYD”.

Bieber na América do Sul

A controvérsia que seguiu a jovem estrela pela América do Sul começou assim que ele chegou ao continente, no mês passado. No Brasil, ele apareceu nos jornais por ter grafitado muros e um vídeo feito por uma mulher que supostamente dormiu com ele fez sucesso em todo o mundo. Em São Paulo, ele encerrou prematuramente a apresentação depois de ter sido acertado por um objeto atirado pela plateia.

Já na Argentina, fotógrafos capturaram o cantor sendo levado para uma van que, segundo a agência Associated Press, estava cheia de “jovens garotas”. Ele também encerrou mais cedo um show no país e alegou intoxicação alimentar.

Enquanto isso, a polícia argentina foi atrás de seguranças do cantor que agrediram o fotógrafo de uma casa noturna, que conseguiu na corte uma liminar para evitar que os agressores saíssem do país. O fotógrafo alegou que Bieber aprovou a medida de seus funcionários, e a investigação ainda está em curso.