Justin Bieber teria gostado que Anne Frank fosse uma 'belieber' [FLASHBACK]

Há oito anos, o cantor visitou o Museu Anne Frank e gerou controvérsias nas redes sociais após comentário

Redação Publicado em 14/04/2021, às 16h16

None
Justin Bieber em trecho do documentário Justin Bieber: Next Chapter (foto: Reprodução)

Justin Bieber causou polêmica depois de escrever uma mensagem no livro de visitas do museu Anne Frank House sobre como gostaria que a vítima do Holocausto tivesse sido uma “belieber,” nome da fanbase do cantor, em 14 de abril de 2013, há exatos 8 anos. 

Bieber, com apenas 19 anos na época, escreveu: “Verdadeiramente inspirador poder vir aqui. Anne era uma ótima menina. Com sorte, teria sido uma belieber." O cantor canadense passou mais de uma hora no museu quando esteve em Amsterdam durante uma turnê.

+++LEIA MAIS: Apesar de boas músicas pop, Justin Bieber apresenta um amontoado de discursos superficiais em um flerte distante com R&B em Justice [REVIEW]

A frase repercutiu negativamente e Bieber virou alvo de críticas nas redes sociais. Contudo, o próprio Museu Anne Frank defendeu o cantor. “Um jovem de 19 anos veio à casa de Anne Frank e passou uma hora na noite de sexta-feira quando poderia ter feito outras coisas em Amsterdam,” declarou Maatje Mostart, porta-voz da entidade. 

A diretora do Centro de Informação e Documentação sobre Israel, Esther Voet, não teve a mesma opinião. Em entrevista à AFP, caracterizou a atitude como “estúpida.”

+++LEIA MAIS: Justin Bieber visita museu de Anne Frank e diz que gostaria que ela tivesse sido sua fã

Anne Frank foi uma menina judia quem morreu aos 15 anos no campo de concentração Bergen-Belsen em 1945. Tornou-se mundialmente conhecida por causa do diário, no qual contou com detalhes as dificuldades da época, do período quando ficou escondida com a família para sobreviver.


+++ LAGUM | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL