Justin Timberlake manda “à merda” todo tipo de preconceito durante discurso no iHeartRadio Music Awards

O cantor recebeu o prêmio de Melhor Música do Ano por “Can’t Stop the Feeling”

Rolling Stone EUA Publicado em 06/03/2017, às 14h42 - Atualizado às 16h42

Artista recebe prêmio durante do iHeartRadio Innovator, em março de 2015, em Los Angeles
John Shearer/AP

Durante a cerimônia do iHeartRadio Music Awards 2017, o cantor Justin Timberlake discursou em prol de minorias sociais ao receber o prêmio de Melhor Música do Ano por “Can’t Stop the Feeling”.

“Se alguém lhe trata mal porque você é negro, pardo, gay, lésbica, trans, ou então um garoto afeminado do Tennessee, é só porque eles têm medo ou então foram ensinados a ter medo do quão importante você é”, disse o músico. “Ser diferente significa fazer a diferença, então eles podem ir à merda.”

Timberlake ainda aproveitou a ocasião para elogiar outros concorrentes na categoria de Melhor Música, incluindo o hit “Closer”, do grupo Chainsmokers. “Eu devo ter cantado essa música no meu carro a todo pulmão”, ele disse. “Ou talvez eu não tenha. Quem sabe?”.

O cantor ainda declarou que estar perto de artistas mais novos do que ele na ocasião fez com que ele se sentisse “jovem de verdade novamente”.

O rapper Drake dominou a edição de 2017 da premiação, levando sete prêmios, incluindo o de Artista de Hip-hop do Ano. O Chainsmokers veio logo em seguida, com cinco estatuetas, entre elas a de Melhor Artista Recente e Artista de Dance do Ano. Outros nomes que constaram na lista foram: Adele (Álbum Pop do Ano, com 25), Rihanna (Álbum R&B do Ano, com Anti) e Metallica (Álbum de Rock do Ano, com Hardwired… To Self-Destruct).

Assista abaixo ao discurso de Justin Timberlake durante o iHeartRadio Awards de 2017.