Kanye West anuncia show em evento evangélico com pastores anti-LGBTQ+

O Sunday Service, serviço religioso do rapper, se apresentará ao lado de líder religioso que moveu uma campanha apelidada "Mate os Gays"

Redação Publicado em 16/01/2020, às 18h36

None
Kanye West (Foto: Amy Harris / Invision / AP)

Kanye Wests Sunday Service, grupo religioso do rapper, vai se apresentar no Awaken 2020, um festival evangélico que acontecerá no dia 18 de janeiro. O anúncio desta semana, porém, gerou muita revolta: ao lado do músico, discursarão diversos evangélicos extremamente contra os direitos LGBTQ+

Como explicou o New York Daily News, ao lado de West estarão alguns nomes como Lou Engle, que em 2011 ajudou a desenvolver um PL para Uganda chamado “Kill the Gays” (“Mate os Gays”). O líder religioso também acredita que leis de inclusão são nazistas.

+++ LEIA MAIS: Igreja Satânica provoca Kanye West por lançar o gospel Jesus is King: “Satã que deixou ele famoso”

Além de Engle, discursarão  Cindy Jacobs, que encorajou os cristãos a ir contra as leis de igualdade dos EUA; Guillermo Maldonado, que acha que as pessoas são LGBT por uma maldição na geração e Ché Ahn, que acredita que as leis de inclusão LGBT assemelham-se às da Segregação Racial. 

A participação de Kanye West no Awaken 2020, então, gerou revolta. Alguns fãs acreditam que, ao escolher participar do evento, o rapper endossa alguns desses posicionamentos e declara ter um problema com a comunidade LGBTQ+.

+++ LEIA MAIS: Marilyn Manson queima bíblia e Kanye West faz culto a Deus - tudo no mesmo festival

Kanye Westlançou no final de 2018 o disco gospel Jesus is King. As faixas são louvando Deus e Jesus. Mesmo antes do lançamento do disco, ele promovia os Sunday Services,  serviços religiosos, e propagava ideais cristãos. 

+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'