Kanye West é processado por maus-tratos a atores e equipe da ópera cristã Nabucodonosor

A produção idealizada pelo rapper foi apresentada em novembro de 2019

Redação Publicado em 13/12/2020, às 15h00

None
Kanye West (foto: Getty Images/ Vivien Killiea)

De acordo com informações reveladas pela Vice, a produção da ópera cristã Nebuchadnezzar (ou Nabucodonosor), idealizada por Kanye West, resultou em dois processos bem graves contra o rapper.

O primeiro, iniciado em julho, oito meses após a performance da peça, foi aberto pela equipe de produção, e o segundo, registrado em agosto, veio da parte dos atores. Ambas as ações envolvem um fator em comum: a contratação das equipes de forma incorreta, com contratos imprecisos e injustos.

+++LEIA MAIS: Depois de urinar em um Grammy, Kanye West é indicado a Melhor Álbum Cristão na premiação

Os responsáveis pela óperar forneceram contratos que não representam as condições de trabalho consequentemente oferecidas, e que nem de perto remuneram os contratados de forma correspondente às exigências.

Para se ter uma ideia da situação, os acusadores alegam terem sido obrigados a trabalhar sem intervalos para descanso ou alimentação, e quatro horas a mais por dia, sem qualquer pagamento extra (devido ao esquema contratual impreciso).

Como se não bastasse, a produção de Nabucodonosor atrasou em meses o pagamento dos funcionários. 


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ PÉRICLES: 'QUEREMOS FAZER O NOSSO SOM, MOSTRAR NOSSA VERDADE E LUTAR POR IGUALDADE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL