Kanye West faz alterações em faixas e The Life of Pablo deve chegar ao público geral

Segundo rapper, sétimo álbum é “expressão criativa viva, respirando e em mutação.”

Rolling Stone EUA Publicado em 31/03/2016, às 12h58 - Atualizado às 13h15

Kanye West durante o evento no Madison Square Garden (em Nova York, Estados Unidos), no qual ele lançou o álbum The Life of Pablo e a coleção de roupas Yeezy Season 3
Rex Features/AP

Kanye West atualizou 12 canções do sétimo disco dele, The Life of Pablo, sendo este o pacote de mudanças mais significante que ele fez no álbum desde o lançamento, em fevereiro.

As mudanças incluem algumas alterações em takes vocais e letras, mas são mais efetivas em mixagens e detalhes de produção. Fãs de Kanye West na internet começaram a compilar listas detalhadas das mudanças.

Entre as alterações mais significantes: a faixa de abertura “Ultra Light Beam” traz nova letra de Chance the Rapper e da estrela gospel Kirk Franklin; “Feedback” foi encurtada e teve as batidas revisadas; e o refrão de Weeknd em “FML” agora traz backing vocals.

Previamente, West mudou outras faixas de The Life of Pablo, como “Wolves”, acrescentando Sia e Vic Mensa (que estavam na canção quando ela foi lançada, no ano passado), e transformando a passagem de Frank Ocean em uma música própria, “Frank's Track”.

Ele também fez algumas pequenas mudanças em “Famous”. No Twitter, West disse recentemente que The Life of Pablo é uma “expressão criativa viva, respirando e em mutação.”

A mais recente versão de The Life of Pablo está disponível no Tidal. O serviço de streaming até então tem sido o único lugar possível para ouvir o álbum. Na última quarta, 30, entretanto, o Pitchfork noticiou que códigos de download foram enviados às pessoas que estiveram no evento de estreia do disco, no Madison Square Garden, em Nova York.

O Mashable informa que o disco supostamente estará disponível em outros serviços de streaming, como Apple Music, Spotify e Deezer na próxima sexta-feira, 1º de abril. Representantes de West e das plataformas não confirmaram a informação à Rolling Stone.