Kanye West muda novamente título de disco e bate boca com Khalifa no Twitter

“Você nem teria um filho se não fosse por minha causa”, escreveu o rapper na rede social

Rolling Stone EUA Publicado em 28/01/2016, às 13h58 - Atualizado às 14h18

Os rappers Kanye West e Wiz Khalifa

Ver Galeria
(2 imagens)

Kanye West publicou uma série de tuítes agressivos e já deletados contra Wiz Khalifa na noite da última quarta, 27. As ofensas vieram depois de Khalifa comentar que West estaria copiando o rapper Max B ao trocar o título do próximo disco dele de Swish para Waves.

As dez maiores brigas da história do rap

Depois de tuitar uma tracklist atualizada de Waves, West começou a responder aos comentários feitos por Khalifa na noite de terça, 26. “Vocês não devem gostar de mim porque eu sou o melhor que já fez música”, escreveu West antes de mencionar Khalifa pelo nome no tuíte seguinte.

A partir dali, a longa série de comentários ofensivos de West a Khalifa teve diversos destaques, começando com West dizendo que o rapper de “See You Again” “roubou a merda toda de [Kid] Cudi” e “deixou uma stripper [lhe] enganar”, referindo-se à modelo e escritora Amber Rose, que namorou West antes de se casar com Khalifa. Ele ainda acrescentou: “Você nem teria um filho se não fosse por mim.”

Veja quais são os álbuns mais aguardados de 2016.

Amber respondeu ao comentário com “stripper” pouco depois. “Oh, @kanyewest, está chateado que eu não estou mais por aí para brincar com a sua bunda?”, escreveu ela, antes de adicionar uma hashtag de significado equivalente a introduzir dedos na bunda de West.

West incluiu alguns elogios, especificamente a admiração dele pelas calças de Wiz Khalifa. “Mostrei aquelas calças para minha equipe de estilo”, escreveu o rapper, antes de dizer que Khalifa se veste bem. Ao fim da série de tuítes, ele confessou que “ama Wiz”, e que aquela rixa era “triste”.

Crítica: Kanye West – Yeezus (2013).

Khalifa respondeu com dois tuítes. Primeiro, ele explicou que West assumiu erroneamente que Khalifa teria tuitado as iniciais de Kim Kardashian (esposa de West). “KK é maconha, imbecil”, escreveu Khalifa. “Esta é a razão por você não ser ‘wavy’ [referência ao título Waves]. Volte para Swish”. Ele então acrescentou: “Tenho ignorado a ideia da existência desse álbum. Tenho baseados para bolar @kanyewest.”

O sétimo disco de West, descrito por ele mesmo como um “álbum gospel”, sairá em 11 de fevereiro. Desde o ano passado, ele renomeou o LP duas vezes, começando com So Help Me God e depois Swish. A tracklist revelada por ele mostra algumas colaborações do trabalho, como Chance the Rapper e Kendrick Lamar.

Khalifa, por sua vez, está no Brasil para dois shows nos próximos dias. Ele toca no festival Planeta Atlântida, no Rio Grande do Sul, no dia 30 de janeiro, e segue para São Paulo, onde toca no Espaço das Américas, no dia seguinte. O rapper ainda lançará o álbum Khalifa em 5 de fevereiro.