Kanye West nega plágio em letra de "Stronger"

Compositor entra com processo contra rapper; West afirma que real inspiração foi o filósofo alemão Friedrich Nietzsche

Redação Publicado em 24/11/2011, às 11h37 - Atualizado às 11h48

Kanye West pode apresentar sua versão de "Back to Black" em setembro
AP

Kanye West negou as acusações de que teria roubado a letra de “Stronger” de um compositor, alegando que foi na verdade influenciado por Friedrich Nietzsche. As informações são do site da revista The Hollywood Reporter.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Vincent Peters entrou com processo contra West em 2010 sustentando que "Stronger" era uma cópia ilegítima da canção de mesmo nome que ele gravou em 2006. Peters argumenta que deu uma cópia de sua faixa ao empresário de West, John Monopoly – acreditando que foi desta forma que o astro do hip-hop entrou em contato com seu trabalho.

Os advogados do músico estão contestando a reclamação de Vincent Peters porque as duas canções foram influenciadas pela máxima do filósofo alemão: “o que não me mata, me fortalece”. No início do ano, um juiz federal que estava cuidando do caso indeferiu o pedido, dizendo que não havia semelhança suficiente entre as músicas para o andamento do processo, mas Peters entrou com um recurso. Ele também admite ter se inspirado na máxima de Nietzsche.