Kanye West processa Walmart por plágio; entenda

Após atrito entre Kanye West e Walmart pelo logo da Yeezy, o rapper processa a multinacional por plágio dos sapatos Foam Runners

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 25/06/2021, às 19h50

None
Kanye West (foto: Getty Images/ Vivien Killiea)

O rapperKanye West está processando a rede de lojas de departamento Walmart por plágio dos tênis de sua marca Yeezy, chamados Foam Runners. De acordo com informações da NME, o artista entrou com uma ação judicial contra a multinacional reivindicando centenas de milhões de dólares em danos pela imitação do calçado.

O Walmart vende o produto por US$ 24,99, aproximadamente R$ 123. West, por outro lado, lançou o calçado em 2019, custando US$ 75 (cerca de R$ 370) cada par, e os Foam Runners logo esgotaram, como é comum para os artigos da marca, e foram revendidos por mais que o triplo do valor original.

+++LEIA MAIS: Casamento de Kim Kardashian e Kanye West terminou porque rapper não queria se comprometer

Documentos legais recuperados pela TMZ confirmam como West advertiu o Walmart para retirar o produto do site oficial da loja, mas o pedido foi recusado. A imitação está categorizada como "calçados de verão e praia Foam Runner," e são descritos como uma "cópia exata não autorizada." Estão disponíveis em diversas cores, com tamanhos para homens, mulheres e crianças.

Não é o primeiro entre Kanye West e o Walmart. Mais cedo em 2021, a multinacional acusou a Yeezy de plágio no logo, pois ambos têm desenhos similares a raios de sol, mas a loja de departamentos utiliza o símbolo desde 2007. 

+++LEIA MAIS: Kanye West é visto aos gritos com Chance The Rapper em vídeo

No campo da música, segundo o empresário de West, o rapper está trabalhando no novo disco, intitulado WestDayEver. Em outubro de 2019, lançou Jesus Is King, o qual foi indicado ao Grammy de Melhor Álbum de Música Cristã Contemporânea.


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL