Kate Moss vai escrever autobiografia

Sócio de editora confirma contrato com a modelo; acordo foi fechado pelo equivalente a R$ 3,18 milhões

Da redação Publicado em 19/05/2009, às 17h46

Kate Moss foi convencida a escrever uma autobiografia, afirma o jornal britânico Telegraph. A pedido do amigo e bilionário Richard Branson, sócio da editora Virgin Books, a top britânica se comprometeu a realizar a obra por um £ 1 milhão, o equivalente R$ 3,18 milhões.

De acordo com o jornal, o contrato fechado entre Moss e a empresa estabelece a publicação de um retrato "sem censuras", com histórias sobre as relações pessoais com amigos e namorados famosos. Branson garantiu que será "uma leitura excitante", já que a modelo "levou uma vida de celebridade ao máximo".

O livro estava em negociação desde 2006. Foi adiado por conta das notícias em torno de Moss e o vício em cocaína, que comprometeram, à época, a carreira da top nas passarelas.

A modelo já foi objeto de biografias não-autorizadas, entre elas Kate Moss: The Complete Picture, Kate Moss: Model of Imperfection, Kate: The Kate Moss Book, Kate Moss: Style e Addicted To Love: Kate Moss.