Kate Winslet revela constrangimento com 'mãos bobas' de colegas em cenas de nudez

Atriz disse que se houvessem coordenadores de intimidade na época, teria ajudado a impedir o comportamento abusivo dos atores

Itaici Brunetti | @itaicibrunetti Publicado em 15/02/2021, às 10h06

None
Kate Winslet (Foto: Getty Images / Mike Windle)

A atriz Kate Winslet, de 45 anos, revelou que ficava incomodada com as 'mãos bobas' dos atores que contracenaram com ela em cenas de sexo e nudez, e precisava pedir para eles tirarem as mãos indesejadas de seu corpo, causando constrangimentos. 

Ao podcast How I Found My Voice, do site Intelligence Squared,Kate Winslet disse que, se na época em que realizou as cenas de nudez houvessem os profissionais nomeados de "coordenadores de intimidade" nos sets de filmagens, os comportamentos abusivos dos colegas não teriam acontecido.

+++LEIA MAIS: Kate Winslet não suportava beijar Leonardo DiCaprio em Foi Apenas um Sonho

"Eu definitivamente gostaria de ter contado com eles no passado", afirmou Winsletsobre a presença dos coordenadores de intimidade. "Eu poderia ter contado com a ajuda de uma pessoa para quem eu pudesse falar: 'Você pode pedir para ele não colocar a mão aqui?' Aí eu não teria precisado pedir: 'Você pode tirar essa mão daí’, o que era constrangedor", completou ela. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

“Poderia ter feito diferença para mim ao longo dos anos”, enfatizou a atriz que filmou cenas de nudez em O Leitor (2008), Foi Apenas Um Sonho (2008), Pecados Íntimos (2006), e o clássico Titanic(1997), em que contracenou ao lado de Leonardo DiCaprio

Os coordenadores de intimidade são profissionais encarregados de supervisionar cenas de sexo e nudez em filmagens para garantir a segurança física e emocional dos atores. 

As informações são do site britânico The Mirror. 

+++LEIA MAIS: Sucesso de Titanic fez mal para Kate Winslet: 'Entrei em processo de autoproteção'


+++ HUNGRIA HIP HOP: 'SOU APEGADO EM SORRISOS QUE A MÚSICA PODE LEVAR' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL