Katy Perry é acusada novamente de plágio menos de um mês depois de ser multada pelo mesmo motivo

O conceito do vídeo vertical de "Small Talk" pode ter sido copiado de duo neozelandês

Redação Publicado em 19/08/2019, às 19h19

None
Katy Perry (Foto:Chris Pizzello/Invision/AP)

A cantora Katy Perry foi acusada de copiar o conceito da banda neozelandesa Broods no vídeo vertical do single "Small Talk".

A própria imprensa da Nova Zelândia apontou um possível plágio nesta segunda, 18. Além disso, comentários com críticas à artista nas redes sociais estão sendo feitos desde a publicação do novo vídeo no Instagram oficial de Katy Perry

+++LEIA MAIS: Briga no pop: como começou e como terminou a rixa entre Katy Perry e Taylor Swift?

Alguns fãs da banda notaram uma semelhança muito grande nas imagens de Katy em um fundo que é quase igual ao do novo disco do duo. O conceito de uma boca aberta costurada em um tecido mostra-se bem parecido ao do álbum Don’t Feed The Pop Monster, lançado em fevereiro deste ano.

Imagem do vídeo publicado no Instagram de Katy Perry. Veja completo aqui

Capa do disco do duo Don't Feed The Pop Monster:

Recentemente, Katy Perry foi declarada culpada por plágio em "Dark Horse", hit de 2013 que está no disco Prism. O julgamento determinou a canção cópia do rap cristão “Joyful Noise” de Flame. A multa que deve ser paga aos compositores da faixa original é de US$ 2.78 milhões. 

A cantora também foi acusada de assédio sexual pelo ator do vídeo "Teenage Dream". Josh Kloss, que contracenou com Katy Perry no clipe em 2010, usou o seu Instagram para postar um relato sobre um suposto abuso sexual da parte da cantora. O texto veio no dia do aniversário de 9 anos do videoclipe, e fala um pouco sobre a experiência de trabalhar com a estrela e momentos que o deixaram constrangido. 

+++LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019