Katy Perry revela ter pensado em suicídio depois de separação e disco criticado

A artista se abriu em entrevista recente à CBC

Redação Publicado em 30/06/2020, às 12h22

None
Katy Perry (Foto: Amy Harris / Invision / AP)

Em entrevista à rádio CBC (Via Uol), Katy Perry se abriu sobre o passado, revelando que, em 2017, ela pensava em cometer suicídio. Na época, a artista havia se separado do atual noivo, Orlando Bloom, e produzido o álbum Witness, que foi mais criticado pelo público do que os álbuns anteriores. 

+++ LEIA MAIS: Caio Coppolla, da CNN, tentou carreira na música com banda chamada de ‘Oasis brazuca’

"A gratidão foi o que salvou a minha vida”, disse Perry. “Se eu não tivesse encontrado essa gratidão pelo que tinha, provavelmente teria continuado a lamentar a minha tristeza, e teria deixado esse mundo. Mas eu encontrei formas de continuar sendo grata, mesmo quando não estava me sentindo feliz.”

"Minha carreira continuava crescendo e crescendo e crescendo, mas naquele momento houve uma mudança. Vista de fora, não era uma grande mudança, mas, para mim, foi gigantesca", ela continuou. “Eu tinha terminado o namoro com o cara que hoje é o futuro pai da minha filha, então estava animada para lançar o álbum e receber o amor de todo mundo. Mas não foi isso que aconteceu.”

+++ LEIA MAIS: Robô cria música do AC/DC com inteligência artificial; ouça ‘Great Balls’

Por último, Perry afirmou que tudo isso fez parte do seu amadurecimento como pessoa: "Eu tive que ser quebrada para achar a minha plenitude de um jeito diferente. Eu precisava ter uma vida mais complexa, não ser uma popstar faminta por aprovação o tempo todo.”

 


+++ A PLAYLIST DO SCALENE