Morre Keith Emerson, do Emerson, Lake & Palmer

Tecladista fundador do grupo tinha 71 anos de idade

Redação Publicado em 11/03/2016, às 17h17 - Atualizado às 18h03

Keith Emerson, tecladista do Emerson, Lake & Palmer, em 1999
Damian Dovarganes/AP

O tecladista do Emerson, Lake & Palmer, Keith Emerson morreu na última quinta, 10, nos Estados Unidos. O músico, fundador da banda, tinha 71 anos de idade e estava na casa dele, em Santa Monica, em Los Angeles.

A notícia foi confirmada pela página oficial da banda no Facebook. “Nós lamentamos em anunciar que Keith Emerson morreu ontem à noite na casa dele, em Santa Monica, LA, aos 71 anos”, diz o comunicado. “Pedimos que a privacidade e o pesar da família sejam respeitados.”

Carl Palmer, companheiro de banda de Lake, também falou sobre a morte do amigo. “Estou profundamente triste em saber da morte do meu bom amigo e irmão na música, Keith Emerson”, disse ele, acrescentando que Keith “tinha uma alma gentil, cujo amor pela música e a paixão pela performance como tecladista permanecerão inigualáveis por muitos anos.”

“Ele foi um pioneiro e um inovador, com uma genialidade musical que emocionou a todos nós, no universo do rock, da música clássica e do jazz”, continuou Palmer. “Sempre me lembrarei dele com um sorriso caloroso, bom senso de humor, desenvoltura como showman e dedicação ao ofício musical. Sou muito sortudo por tê-lo conhecido e ter feito a música que fizemos, juntos. Descanse em paz, Keith.”

Depois de descobrir as teclas do Hammond e do Moog na adolescência, Keith Emerson se tornou um dos maiores tecladistas da geração dele, primeiro como integrante do Nice e depois do supergrupo progressivo Emerson, Lake & Palmer.

Com o ELP, ele lançou sete álbuns de estúdio – Emerson, Lake & Palmer; Tarkus; Trilogy; Brain Salad Surgery; os volumes 1 e 2 de Works; e Love Beach –e um ao vivo – Pictures at an Exhibition – entre os anos 1970 e 1978, enquanto a banda de rock progressivo esteve em atividade na sua primeira encarnação.

O disco mais emblemático do trio, Brain Salad Surgery, foi lançado em 1973. Emerson é coautor da faixa mais duradoura do registro, “Karn Evil 9”.

Depois de se separarem naquele ano, Keith Emerson, Greg Lake (guitarrista e vocalista) e Carl Palmer (que tocava bateria e percussão) voltaram a tocar juntos em 1991, lançando mais dois discos na década de 1990. Primeiro, Black Moon, em 1992, depois In The Hot Seat, de 1994.

Além de sair em carreira solo, Emerson gravou diversas trilhas sonoras para filmes e séries de TV.