Keith Flint, vocalista do The Prodigy, morre aos 49 anos

O cantor entrou para a banda em 1990, e foi responsável pelos hits Breathe e Firestarter

Redação Publicado em 04/03/2019, às 09h34

None
Keith Flint (Foto:Press Association/AP Images)

Keith Flint, vocalista do grupo britânico The Prodigy, morreu nesta segunda, 4, aos 49 anos. ele foi encontrado na casa onde morava, no condado de Essex, na Inglaterra. 

De acordo com o The Sun, autoridades da região confirmaram a notícia de que um homem de 49 anos havia morrido no endereço da casa de Flint.

Liam Howlett e Maxim Reality, também integrantes da banda, confirmaram a morte do músico em um post nas redes sociais da banda, descrevendo o amigo como um “verdadeiro pioneiro, inovador e uma lenda. Sentiremos sua falta para sempre.”

No instagram, Howlett acrescentou: “As notícias são reais. Não acredito que estou dizendo isso, mas nosso irmão Keith tirou sua própria vida ao longo do fim de semana. Estou em choque, puto, confuso e com o coração partido. Descanse em paz, irmão.”

A causa da morte ainda não foi revelada.

Nascido em 17 de setembro de 1969, o cantor se juntou ao The Prodigy em 1990, antes da fama que veio como fruto da distorção de gêneros musicais que atingiu seu potencial máximo no disco de estreia Experience, lançado em 1992, e também do álbum Music For The Jilted Generation (1994), que chegou ao topo das paradas no ano em que foi lançado.

O hit "Firestarter" foi a primeira música da banda escrita por Flint. O clipe, gravado em preto e branco, foi banido pela BBC após receber reclamações de pais alegando que o vídeo assustava as crianças.  

No ano passado a banda lançou seu disco mais recente: o elogiado No Tourists.