Keith Richards diz que Metallica e Black Sabbath são piadas

O músico ainda afirmou que fãs de rap não conseguem diferenciar notas musicais

Redação Publicado em 04/09/2015, às 10h56 - Atualizado em 08/09/2015, às 11h47

Keith Richards
Jon Furniss/AP

O guitarrista dos Rolling Stones Keith Richard resolveu descrever bandas de heavy metal como piadas, além de garantir que fãs de rap não são capazes de diferenciar notas musicais.

Rolling Stones em dez videoclipes.

Prestes a lançar o primeiro álbum solo em 23 nos, Richards deu uma entrevista polêmica ao jornal New York Daily News. “Milhões de pessoas amam bandas como Metallica e Black Sabbath. Eu apenas penso que elas são grandes piadas”, cravou o guitarrista.

Keith Richards se diverte no videoclipe de “Trouble”.

Ao falar a respeito do hip-hop, o músico foi tão franco quanto na declaração anterior: “O rap usa muitas palavras e diz poucas coisas. Mas o gênero fez algo impressionante, mostrou que há muitas pessoas surdas para tons”.

Uma seleção das mais polêmicas, absurdas e ultrajantes autobiografias do rock.

“Tudo o que eles precisam é uma batida e uma pessoa gritando em cima. Há um mercado enorme para pessoas que não conseguem diferenciar notas musicais”, afirmou o músico. Em 18 de setembro o guitarrista lançará Crosseyed Heart, o terceiro registro solo dele, sucessor de Main Offender (de 1992).

Richards fez Crosseyed Heart com dois músicos com os quais trabalhou nos lançamentos anteriores: o guitarrista Waddy Wachtel e o baterista e coprodutor Steve Jordan. O disco também conta com participações de Norah Jones, Spooner Oldham, Aaron Neville e Larry Campbell – além do falecido saxofonista dos Stones, Bobby Keys.

Recentemente também foi anunciado que a Netflix irá lançar um novo documentário sobre Richards, chamado Under the Influence, do Morgan Neville (vencedor do Oscar de Melhor Documentário por A Um Passo do Estrelato).

O longa irá explorar a música que inspira Richards e a maneira com que ele compõe músicas. Under the Influence chegará à versão norte-americana do serviço de streaming em 18 de setembro. Ainda não foi anunciado se o filme chegará à Netflix brasileira.