Kendrick Lamar convida fã para cantar “m.A.A.d city” no palco durante show em festival

Faixa faz parte do álbum good kid, m.A.A.d city, de 2012

Redação Publicado em 01/06/2015, às 12h05 - Atualizado às 12h21

Kendrick Lamar durante o Sweetlife Festival 2015, em Maryland.

Ver Galeria
(2 imagens)

Durante uma apresentação no Sweetlife Festival, em Maryland, no último sábado, 30, Kendrick Lamar convidou uma fã para dividir o palco com ele durante a faixa “m.A.A.d city”, que faz parte de good kid, m.A.A.d city, lançado em 2012.

Análise: Kendrick Lamar rompe a mesmice do rap norte-americano com o inovador To Pimp A Butterfly.

Ao procurar alguém que soubesse toda a letra da canção, o rapper convidou um homem chamado Jonathan a subir ao palco. No entanto, ele fracassou. A segunda tentativa foi com uma mulher chamada Ayanna.

Galeria: as dez maiores brigas da história do rap.

Visivelmente empolgado com a performance da fã, Lamar afirmou: “Sabia que ela arrasaria!”.

De acordo com o site Pitchfork, Jonathan é CEO da Sweetgreen, uma das empresas que patrocinava o festival. Além disso, a companhia lançou uma salada que homenageia o rapper de Compton. A “Beets Don't Kale My Vibe”, que contém beterraba e couve, é uma homenagem ao hit "Bitch Don’t Kill My Vibe”, talvez a música de maior sucesso de Lamar, também do registro que antecede To Pimp A Butterfly.

Veja a performance de “m.A.A.d city”:

Kendrick Lamar não costuma fazer muitas aparições na televisão. Desde que lançou o celebrado To Pimp A Butterfly, em março de 2015, o rapper ainda não havia feito uma performance televisiva mostrando as faixas do registro. Isso mudou na última quarta, 27, quando Lamar apresentou “These Walls” no programa de Ellen DeGeneres.

Acompanhado por um casal de dançarinos e por um artista plástico – que registrava os passos da dupla -, Lamar mostrou porque é, segundo a Rolling Stone EUA, o melhor rapper da geração dele.

Visivelmente animada, Ellen introduziu o músico enquanto ressaltava todos os méritos dele. “Ele é um artista, um poeta e um gênio lírico, além disso, foi condecorado pelo estado da Califórnia por ser um ‘ícone da geração’. Em rara aparição televisiva, apresento a vocês o incrível Kendrick Lamar”, anunciou a apresentadora.

Após a performance, Ellen e o rapper ainda conversaram brevemente sobre a relação do músico com a região de Compton, onde ele nasceu, e sobre a aparição dele no clipe de “Bad Blood”, de Taylor Swift. Ao falar a respeito do bairro onde foi criado, Lamar ressaltou o papel da família em sua formação: “Eles colocaram algo importante no meu coração, sempre tentei fazer coisas boas a partir das experiências que tive em Compton. Quando vejo crianças querendo fazer algo parecido, fico muito satisfeito”.

Assista à performance de “These Walls”: