"The Blacker the Berry”: Kendrick Lamar fala sobre questões raciais em canção inédita

Canção é obscura e deve estar em novo álbum de estúdio do rapper norte-americano

Redação Publicado em 10/02/2015, às 14h53 - Atualizado às 15h35

Kendrick Lamar.
Arthur Mola/AP

Na última segunda, 9, um dia após ganhar dois prêmios Grammy (Melhor Performance de Rap e Melhor Música de Rap), Kendrick Lamar divulgou a inédita “The Blacker the Berry”.

Kendrick Lamar canta músicas de Eminem e 50 Cent em karaokê; assista.

Assim como “i”, a música foi produzida por Boi-1da e deve fazer parte do sucessor de good kid, m.A.A.d. city, disco lançado em 2012. O novo álbum, ainda sem nome, deve chegar às lojas em 2015. “The Blacker the Berry”, ao contrário da dançante “i”, é uma faixa de certa forma obscura, com rimas que remetem ao registro Section 80, discutindo questões raciais e a violência policial nos Estados Unidos.

As dez maiores brigas da história do rap.

Paralelamente ao trabalho em estúdio, Lamar contribuiu com Flying Lotus na faixa de You're Dead!, “Never Catch Me”, e fez uma aparição surpresa em um show do Prince para apresentar a rara “What's My Name”. Além disso, ele apresentou em 2014 no programa de TV norte-americano Colbert Report uma interessante canção ainda sem título. No entanto, Lamar afirmou que a canção não fará parte do novo disco.

Ouça “The Blacker the Berry”, nova música de Kendrick Lamar: