Kim Kardashian pede ‘compaixão e empatia’ pela luta de Kanye West contra o transtorno bipolar

Rapper realizou série de postagens polêmicas nas redes sociais e esposa publicou nota

Redação Publicado em 22/07/2020, às 14h57

None
Kim Kardashian West e Kanye West (Foto: Frazer Harrison / Getty Images)

Kanye West iniciou a campanha para as eleições presidenciais dos Estados Unidos. O rapper realizou um comício polêmico com discurso antiaborto. Após a repercussão, West fez uma série de postagens sobre a esposa, Kim Kardashian, que finalmente se pronunciou sobre o transtorno bipolar do marido.

Segundo o UOL,West acusou a socialite de tentar interná-lo e alega tentar o divórcio há dois anos na série de tweets agora deletados. O rapper acusou a esposa e a sogra de publicar uma nota sem autorização. Seguidores compartilharam prints das publicações.

+++ LEIA MAIS: Kanye West vive crise grave de bipolaridade e preocupa família após anunciar candidatura à presidência dos EUA

Nesta quarta, 22, Kim publicou um texto no Instagram sobre a saúde mental do esposo e a carta também foi compartilhada no perfil do rapper.

“Nunca falei publicamente sobre como isso nos afetou em casa, porque sou muito protetora com nossos filhos e do direito de Kanye à privacidade quanto a própria saúde. Mas hoje sinto que devo comentar por causa do estigma e equívocos sobre saúde mental”, escreveu. “Aqueles que entendem doença mental ou mesmo comportamento compulsivo sabem que a família não tem poder, a menos que a pessoa seja menor de idade. (...) O próprio indivíduo precisa se engajar no processo de obter ajuda, por mais que a família e os amigos tentem”. 

Kim elogiou o marido por ser “uma pessoa brilhante” e explicou os traumas vivenciados por West com “as pressões por ser artista e negro, a experiência da dolorosa perda da mãe, a pressão e o isolamento”, fatores agravados pelo distúrbio. “Quem conhece o coração de Kanyeentende que as palavras dele nem sempre se alinham com as reais intenções", continuou. 

+++ LEIA MAIS: Kanye West presidente dos EUA: maiores polêmicas do rapper vão de capa de disco a briga com Taylor Swift

Ao final do comunicado, a Kardashian se dirigiu ao público. “Peço gentilmente que a mídia e o público ofereçam a compaixão e empatia necessárias para que possamos superar isso”, pediu Kim. 


+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE