The Kinks pode se reunir pela primeira vez desde 1996

Dave e Ray Davies estão discutindo a possibilidade, mas ainda "não chegaram lá"

Rolling Stone EUA Publicado em 09/06/2014, às 15h51 - Atualizado às 17h45

Galeria brigas: The Kinks
Reprodução / Site Oficial

O grupo The Kinks se separou em 1996, e por muitos motivos os fãs não acreditavam na possibilidade de uma reunião. O baixista Peter Quaife morreu em 2010. O guitarrista Dave Davies está em conflito com o baterista Mick Avory desde o show de 1966 em Cardiff; Davies, bravo por conta de uma discussão no dia anterior, cuspiu em Avory e, em troca, o baterista bateu nele com um prato de chimbal. Mais importante, Davies e o irmão, o frontman Ray Davies, estão brigados há anos, e se dão tão bem quanto Caim e Abel.

Reuniões: 20 bandas que gostaríamos que voltassem – The Kinks

Neste final de semana, contudo, Ray Davies falou sobre a possibilidade de uma reunião do Kinks. “Eu encontrei Dave na semana passada apenas para falar sobre se reunir”, disse ele ao The Sunday Times of London. “Nós também nos falamos algumas vezes por telefone e trocamos e-mails.”

Dave Davies confirmou o encontro cara-a-cara pelo Facebook nesta segunda-feira, 9. “Ray & Dave Davies estão se encontrando para discutir uma possível reunião do The Kinks, mas ainda não chegamos lá.” No ano passado, Dave disse à Rolling Stone EUA que uma turnê celebrando o aniversário de 50 anos da banda era uma possibilidade: “Eu diria que tem 50% de chance de acontecer”. Ray Davies afirmou neste fim de semana que ele gostaria de trabalhar em um novo álbum do Kinks antes de sair em turnê: “Nós dois concordamos que não queremos fazer coisas antigas ou shows baseados em hits antigos – precisa ser algo novo.” No ano passado, Dave desconsiderou a ideia de fazer um novo álbum, dizendo, “Não consigo encarar a ideia de passar dias e dias em estúdio com o Ray.”

Acredite se quiser: dez artistas que amamos e nunca chegaram ao topo da parada nos EUA.

Com todas essa discórdia, fãs não devem começar a fazer fila para comprar ingressos ainda. “Eu não quero ver o legado do Kinks azedado por dois velhos miseráveis em busca de dinheiro”, disse Dave. Questionado pelo Sunday Times sobre o relacionamento com o irmão, Ray respondeu com uma frase concisa que indica que eles tenham se reconciliado enquanto diziam o contrário: “As coisas estão tão boas como eram antes.”