Kiss abandonou palco por falta de ar e guitarrista relembra: ‘Foi bem bizarro’

A banda volta para o Brasil em 2020 com a turnê End Of The Road

Redação Publicado em 07/01/2020, às 16h58

None
Kiss (Foto: Sebastian Willnow Picture Alliance / AP)

Durante a 9ª edição do KissKruise, o guitarrista Tommy Thayer relembrou um episódio inusitado da banda de rock. Em um show em Londres, os integrantes ficaram sem ar enquanto tocavam “Rock and Roll All Nite”.

Thayer enfatizou que há oito anos a banda participou de uma apresentação em um clube com um público de 300 pessoas. O músico afirmou que o local era “pequeno e muito quente” e, no final do show, os tradicionais canhões de confete do grupo explodiram.

+++ LEIA MAIS: Gene Simmons quebra a internet ao perguntar se mais alguém coloca cubos de gelo no cereal; veja

O guitarrista disse que tinha cerca de seis canhões e “no meio de tudo, os confetes estavam disparando e, de repente, todos nos olhamos. ... É como se você não conseguisse respirar. Estava começando a ficar meio estranho. Como os canhões de confete continuaram, acabamos não sendo capazes de respirar”.

O Kiss teve que sair do palco e Thayer recordou como todos tiveram uma reação confusa: “Que diabos está acontecendo?”. O músico depois revelou que os canhões liberavam CO2 e por isso o oxigênio foi “expelido” do palco.

+++ LEIA MAIS: Pacotes VIP do Kiss no Brasil custam até R$ 17 mil - mas te dão direito de subir no palco

Foi a coisa mais engraçada, mas foi a coisa mais estranha. Foi bem bizarro", disse o guitarrista.

O Kiss volta para o Brasil com a turnê End Of The Road. O grupo se apresenta no dia 12 de maio, no Anfiteatro Arena do Grêmio, em Porto Alegre; dia 14 no Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba; dia 16 no Allianz Parque, em São Paulo; dia 17 na Arena Eurobike, em Ribeirão Preto; dia 19 no Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia; e no dia 21 no Estádio Nilson Nelson, em Brasília.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'