Kiss não vai mais participar de tributo a Michael Jackson

Produtora responsável pelo show Michael Forever: The Tribute Concert retirou convite à banda por conta de declarações de Gene Simmons, que afirma acreditar nas acusações de que o Rei do Pop abusou sexualmente de menores

Por Matthew Perpetua Publicado em 17/08/2011, às 12h19

Declarações de Gene Simmons tiram o Kiss de tributo a Michael Jackson
AP

O Kiss foi retirado do line-up do show Michael Forever: The Tribute Concert, em homenagem ao Rei do Pop. A banda não participará mais do evento devido a reclamações de fãs e dos responsáveis pelo espólio do cantor a respeito de declarações do baixista Gene Simmons, afirmando que Michael abusou sexualmente de crianças.

"Diante das circunstâncias, concordamos que embora o Kiss tenha sido uma banda admirada por Michael, não temos escolha, iremos retirar o convite de participação em nosso show-tributo", escreveu em um comunicado Chris Hunt, CEO da Global Live Events, que está produzindo o evento.

Simmons falou abertamente em entrevistas ao longo dos anos sobre o fato de acreditar que Michael Jackson havia molestado menores de idade. O baixista deu declarações sobre o assunto inclusive à época da morte do Rei do Pop, em 2009. No ano passado, em entrevista à revista Classic Rock, ele disse: "Bem, você sabe, onde há fumaça, há fogo. Não tenho nenhuma dúvida de que ele molestou aquelas crianças. Nenhuma dúvida".

Michael Forever: The Tribute Concert vai acontecer no dia 8 de outubro no Millennium Stadium, em Cardiff, no País de Gales. Estão confirmados Christina Aguilera, Cee Lo Green, Smokey Robinson, Leona Lewis, Alien Ant Farm e Craig David.

Polêmica

Organizado pela mãe de Michael, Katherine, ao lados de Tito, LaToya, Jackie e Marlon Jackson, irmãos do cantor, o evento não foi bem visto por Jermaine e Randy Jackson, também irmãos, que negaram apoio ao concerto beneficente (saiba mais aqui).