Kurt Cobain foi encontrado morto há 14 anos

Líder do Nirvana cometeu suicídio aos 27 anos de idade

Da redação Publicado em 08/04/2008, às 10h40 - Atualizado às 14h06

Ver Galeria
(9 imagens)

Kurt Cobain foi encontrado morto na estufa de sua casa, em Seattle, em 8 de abril de 1994, por um eletricista. A causa da morte foi um tiro, disparado pelo próprio cantor. Ao lado do corpo, uma carta de despedida. Se estivesse vivo, o intérprete do estrondoso sucesso "Smells Like Teen Spirit" estaria hoje com 41 anos de idade.

Antes da morte de Cobain, o Nirvana lançou três discos de estúdio (Bleach, Nevermind e In Utero), e um de raridades e b-sides (Incesticide). Depois de sua morte, foram lançados os discos MTV Unplugged (o acústico, umas das últimas apresentações ao vivo do grupo) e From The Muddy Banks of the Wishkah, com registros de shows ao vivo, Nirvana, uma coletânea que marcou o lançamento da então inédita "You Know You're Right" (que já havia sido apresentada pelo Hole, comandado por Courtney Love, no acústico MTV da banda), o box With The Lights Out, com faixas raras e um DVD com imagens feitas pelo própria banda, e Sliver: The Best of the Box, uma coletânea de With the Lights Out. Clique aqui para ver galeria com a discografia completa da banda.

No início do mês de janeiro de 1992, Nevermind tirava Michael Jackson do topo da parada dos mais vendidos da Billboard e entrava para a história, tornando-se o primeiro álbum de uma banda grunge a alcançar tal posição. Grunge foi o termo escolhido para definir a cena musical que se formou na região de Seattle no final da década de 80/início de 90. A palavra, que significa algo como "sujo", foi utilizada para classificar bandas como Temple of The Dog, Pearl Jam, Soundgarden, Alice in Chains, para citar algumas. Além das semelhanças na sonoridade, todos pareciam estampar um certo desdém - tênis All Star, camiseta surrada, e a camisa (xadrez) de flanela compunham o visual característico de garotos e garotas que, à época, não tinham um grande rockstar para seguir. A parada era dominada principalmente por ídolos pop; Nevermind marcou uma espécie de reviravolta do rock - vendeu mais de 10 milhões de cópias só nos EUA, três deles apenas nos seis primeiros meses do lançamento.

Quando o segundo álbum da banda caiu nas graças do público, Kurt Cobain não podia imaginar que a fama acabaria por se tornar algo como um pesadelo. O papel de "mártir" não era almejado pelo músico, que acabou sofrendo com a superexposição e a pressão que vêm no pacote. Cobain, que sofria de fortes dores de estômago, passou a freqüentar clínicas de reabilitação e a enfrentar overdoses supostamente acidentais (o caso mais conhecido aconteceu em Roma, quando o cantor foi ressuscitado pela esposa Courtney Love após ingerir uma grande quantidade de álcool e barbiturícos).

Quando Kurt foi encontrado morto (a data da morte foi tida como 5 de abril), milhares de jovens ficaram desolados pela perda do ídolo. No dia dez de abril de 1994, cerca de 7 mil pessoas participaram de uma vigília no Pavilhão da Bandeira de Seattle. Nesse dia, foi reproduzida uma fita gravada por Courtney na noite anterior, falando sobre a morte do marido e lendo trechos da carta de despedida. Clique aqui para ouvir.