Lady Gaga antecipa músicas de Joanne em primeiro show de mini-turnê por bares

A cantora apresentou quatro músicas de seu próximo disco, que será lançado dia 21 de outubro

Rolling Stone EUA Publicado em 06/10/2016, às 13h21 - Atualizado às 14h52

Lady Gaga em foto de divulgação da turnê dela por bares norte-americanos, de 2016

Ver Galeria
(4 imagens)

Foi com cuidado que Lady Gaga escolheu Nashville para começar sua turnê por bares norte-americanos. Ao mesmo tempo em que a leva de volta aos pubs humildes onde iniciou a carreira, a turnê de três cidades foi pensada para antecipar as músicas do próximo álbum dela, Joanne, que carrega traços da influência criativa de Nashville.

LEIA TAMBÉM

Lady Gaga confirma apresentação no intervalo do Super Bowl 2017

Lady Gaga divulga detalhes sobre o novo disco, Joanne

Após Lady Gaga lançar “Perfect Illusion”, reproduções de “Cilada”, do Molejo, crescem 102% no Spotify

A chegada de uma estrela como Lady Gaga na "cidade da música" não passou despercebida, no entanto, e na tarde de quarta, 5, uma multidão considerável se concentrou fora do bar 5 Spot, na esquina de onde uma pequena frota de trailers ocupava a maior parte do quarteirão. Os fãs se reuniram em várias fileiras em volta da barricada policial na esperança de terem um vislumbre da cena.

Convidados VIPs e da imprensa passaram por um detector de metais na porta e todos os celulares foram confiscados, garantindo que a transmissão ao vivo pelo Facebook de Lady Gaga estivesse sob o controle dela. Antes do evento, ela parou na porta do local em um Ford Bronco preto e foi até a barricada policial cumprimentar os fãs.

Por dentro, o interior normalmente modesto do 5 Spot havia sido transformado, uma cortina de veludo caía pelo palco e quase toda superfície estava coberta com o logo da Bud Light, parceira da turnê. As cantoras Cary Barlowe, Liz Roze e Lori McKenna circulavam pelo bar, junto à prefeita de Nashville, Megan Barry, talvez o mais claro indício de que a presença de Gaga na cidade seja ligeiramente fora do comum. Alguns fãs sortudos entraram, com expressões que mostravam uma mistura de confusão e êxtase.

Pouco depois das 21h15 no horário local, Lady Gaga fez sua entrada dramática na porta principal do 5 Spot, vestindo uma jaqueta incrustada com pedras falsas e um chapéu rosa. Ela fez seu caminho por entre a multidão até o palco para sua performance, que consistia de apenas quatro músicas: “Sinner’s Prayer”, “A-Yo”, “A Million Reasons” e o single “Perfect Illusion”.

Assista ao show completo abaixo:

“Se vocês puderem me fazer esse favor”, Gaga disse, entre uma música e outra. “Hoje vocês podem só me chamar de Joanne”.

A compositora Hillary Lindsay, que co-escreveu “Girl Crush” do Little Big Town, interpretou um papel importante em Joanne, escrevendo três músicas para o projeto, incluindo “A-Yo” e a emocionante balada “A Million Reasons”. Ela se juntou a Gaga para a performance desta última, adicionando harmonias agudas no refrão da faixa. Em uma segunda apresentação, por volta da 1h da manhã, Gaga mostrou a faixa-título de Joanne, escrita para seu pai, que estava na plateia.

Seguindo a natureza inclusiva da cantora, um grupo de 15 pessoas com deficiência auditiva representando a Not Impossible estava presente. Cada música foi apresentada em língua de sinais do lado do palco e cada pessoa estava vestindo um colete customizado que vibrava no ritmo da música.

Gaga encerrou o breve encontro com “Perfect Illusion”, atirando-se na plateia dançante. “Nós não podemos revelar muita coisa hoje, então vemos vocês na próxima parada”, ela disse, concluindo o show e abrindo o caminho para as próximas paradas da mini-turnê pelos bares norte-americanos no dia 20 de outubro – um dia antes de Joanne ser lançado – e 27 de outubro.

Ouça também uma das novas músicas de Joanne, “A Million Reasons”, que foi liberada nesta quinta, 6.