Lady Gaga defende direitos dos homossexuais em comício nos Estados Unidos

Cantora pediu a senadores que votem para revogar o “Don’t Ask, Don’t Tell”, política que cria tabu a respeito de gays no exército

Da redação Publicado em 21/09/2010, às 13h33

Lady Gaga critica "Don't Ask Don't Tell" em comício nos Estados Unidos
AP

Lady Gaga falou em um comício no Deering Oaks Park, em Portland, nos Estados Unidos, nesta segunda, 20, pedindo para os dois senadores do estado de Maine votarem para revogar o "Don't Ask, Don't Tell" [Não pergunte, não fale; uma política do exército norte-americano que institui que os oficiais não perguntem sobre a opção sexual dos soldados] nesta terça, 21, quando o Congresso debaterá o assunto. A informação é do site da Rolling Stone EUA.

A cantora comparou os que apóiam a causa, como o senador republicano John McCain, ao homem que matou Matthew Shepard [garoto norte-americano de 21 anos torturado e assassinado em 1998 por ser homossexual], ao usarem a homofobia como forma de defenderem seus argumentos. A lei foi instituída em 1993, durante a presidência do democrata Bill Clinton. "Não é evidente que o 'Don't Ask, Don't Tell' é um retrocesso? Não estamos penalizando o soldado errado? Devíamos mandar para casa os soldados heteros que odeiam os soldados gays", falou. "Estou aqui hoje para propor uma nova lei - uma lei que manda para casa o soldado que tem problema. Nossa nova lei se chama "If You Don't Like It, Go Home..." [Se Você Não Gosta, Vá para Casa...]. Ela mandará para casa os soldados que lutam por alguma liberdade e alguma igualdade, mas não pelos gays."

Gaga concluiu nomeando o trio de senadores que poderiam determinar a revogação do "Don't Ask, Don't Tell". "Para o Senado, para os americanos, para os senadores Olympia Snowe e Susan Collins, ambos de Maine, e ao senador Scott Brown, de Massachusetts, igualdade é a costela da América. Mas por ser gay não tenho a chance de apreciar o melhor corte de carne que meu país tem para oferecer", afirmou. "Não deveriam todos ter o direito de vestir o mesmo vestido de carne que eu?" Lady Gaga deixou o palco com a mensagem aos apoiadores do "Don't Ask, Don't Tell": "Vão para casa." Assista abaixo ao vídeo do discurso da cantora (sem legendas em português):