Lady Gaga já perdeu quase US$ 3,2 milhões com turnê, diz jornal

Mesmo com ingressos esgotados, shows de Lady Gaga não dariam lucro por conta de cenários ostentosos e figurinos extravagantes; porta-voz da cantora afirma: "Não gostaria de ser seu contador"

Da redação Publicado em 06/01/2010, às 12h55

Ao mesmo tempo em que atingiu, pela quinta vez consecutiva, o topo das paradas norte-americanas (desta vez, com o single "Bad Romance"), Lady Gaga registrou perdas de quase US$ 3,1 milhões com sua Monster Ball Tour, de acordo com uma fonte do tabloide britânico The Sun.

O problema não é a falta de público - a grande procura quase sempre significa ingressos esgotados. Mas a turnê - que deve aportar no Brasil em abril ou maio - pode não ser tão lucrativa assim para a cantora, já que cenários e figurinos seriam excessivamente caros. Um item é destacado como exemplo-mor da extravagância à Gaga: uma banheira gigante que custa alegados US$ 82 mil.

A temporada de shows já foi descrita por Gaga, à Rolling Stone EUA, como "no estilo de uma ópera", pelos elementos "teatrais" (bem-humorado, o jornal britânico The Guardian chegou, inclusive, a mandar um crítico de ópera para assistir ao show, e ele voltou com a seguinte impressão: "Estou coçando minha cabeça para lembrar de uma ópera que inclua orgia lésbica na cadeira do dentista"). Para quase todas as músicas, Gaga aparece com uma roupa-fantasia diferente. Um dos números mais conhecidos é "a cena do suicídio", em que a artista nova-iorquina termina encharcada de sangue - falso, claro. Ela também já pôs fogo (controlado) em um piano durante algumas de suas performances.

"Os concertos estão perdendo dinheiro (...) porque eles gastaram uma fortuna em figurinos custosos, equipamentos técnicos e cenários elaborados", disse uma fonte anônima ao The Sun. Segundo o mesmo informante, Lady Gaga teria reservado US$ 800 mil apenas para o palco.

O porta-voz da artista respondeu ao tabloide. Disse que, a princípio, não poderia comentar sem dados mais sólidos, só que não estaria surpreso se a turnê nababesca estivesse abocanhando parte do patrimônio de Gaga, em vez de acrescentar mais dinheiro a ele - mesmo que, atualmente, o grosso dos lucros de grandes artistas venha com a bilheteria dos shows. "Gaga coloca tudo em seu shows ao vivo e não liga para o lado financeiro das coisas. Não gostaria de ser seu contador."