Lady Gaga: “Toda minha carreira é um tributo a David Bowie”

“Eu tinha 19 anos de idade e aquilo simplesmente mudou minha perspectiva em relação a tudo, para sempre”, diz cantora sobre primeiro contato com obra do britânico

Redação Publicado em 22/02/2016, às 11h13 - Atualizado às 11h31

Lady Gaga arrepiou todos os presentes com a homenagem a David Bowie
Jordan Strauss/AP

Depois de fazer uma homenagem a David Bowie no Grammy 2016, Lady Gaga falou publicamente sobre como o falecido músico britânico a inspirou artisticamente. “Sinto que toda minha carreira é um tributo a David Bowie”, disse Gaga ao NPR.

Aladdin Sane tem uma das melhores capas de todos os tempos, segundo os leitores da Rolling Stone Brasil.

Na entrevista, Gaga revelou que o amor por Bowie começou quando ela viu a capa de Aladdin Sane pela primeira vez. “Eu tinha 19 anos de idade e aquilo simplesmente mudou minha perspectiva em relação a tudo, para sempre”, disse ela. “Foi uma imagem que mudou a minha vida.”

“Lembro-me de tirar o disco da embalagem e colocá-lo para tocar na minha vitrola – a qual estava em cima do fogão, na minha cozinha, porque eu estava morando neste apartamento minúsculo e minha vitrola ficava em cima do fogão”, acrescentou. “‘Watch That Man’ começou e, bem, aquilo foi o começo do meu nascimento artístico’.”

Grammy 2016: veja a lista de vencedores nas principais categorias.

Lady Gaga então passou a falar sobre como o sexto disco da carreira de Bowie – lançado em 1973 – afetou a vida dela. “Comecei a me vestir de maneira mais expressiva”, disse a cantora. “Comecei a ir à biblioteca e procurar mais por livros de arte. Tomei aulas de história da arte. Estava tocando com uma banda.”

Gaga cita a música de Bowie como responsável por mostrar-lhe “um estilo de vida de total imersão em música, moda, arte e tecnologia”. “Você conhece ou encontra um músico que tem algo de outro planeta, de outros tempos, e isso te muda para sempre”, disse ela. “Acredito que todo mundo passa por isso, não? Aquela coisa que você vê quando criança que te faz ficar: “Oh, tudo bem. Agora sei quem sou.”

Nile Rodgers defende tributo de Lady Gaga a David Bowie no Grammy 2016.

Mesmo depois da homenagem a Bowie, Gaga continua imersa na música do britânico. “Tenho assistido aos vídeos dele, e também ouvido Blackstar, o último álbum dele, que é uma obra musical verdadeiramente incrível”, comentou a cantora. “É uma das maiores coisas que um artista já fez: um álbum obra prima que é sua própria eulogia.”

“Dá para imaginar?”, continuou Lady Gaga. “Entrar no estúdio todo dia e colocar seu coração naquele lugar, onde você está dizendo adeus à vida? Quer dizer, a arte dele o fazia ser mais forte.”