Lázaro Ramos e Criolo contracenam em Tudo que Aprendemos Juntos; veja o trailer

Filme inspirado na história da Orquestra Sinfônica de Heliópolis traz a primeira experiência de Criolo no cinema

Redação Publicado em 29/10/2015, às 15h27 - Atualizado às 15h44

Lázaro Ramos em Tudo que Aprendemos Juntos

Ver Galeria
(2 imagens)

Rap e música clássica caminham lado a lado em Tudo que Aprendemos Juntos, filme do diretor brasileiro Sérgio Machado (Cidade Baixa) que estreia em 3 de dezembro nos cinemas com história e elenco invejáveis.

Que Horas Ela Volta? disputará uma indicação ao Oscar; relembre os escolhidos pelo Brasil para concorrer à vaga nos últimos anos.

O longa-metragem é baseado na peça teatral Acorda Brasil, escrita pelo empresário Antonio Ermírio de Moraes, e na história real da criação Orquestra Sinfônica de Heliópolis, maior favela da cidade de São Paulo.

Assista ao trailer:

O protagonista Lázaro Ramos assume o papel de Laerte, um violinista que se vê obrigado a dar aulas de música depois da tentativa fracassada de integrar a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). Cercado por pobreza e violência, ele redescobre a arte e contagia seus estudantes.

Brasileiros em Hollywood: artistas que, como Santoro, investem na carreira fora do país.

Além do celebrado ator, Tudo que Aprendemos Juntos apresenta a primeira aparição no cinema do rapper Criolo. Ele vive na trama o traficante Cleyton e está acompanhado de Rappin’ Hood, este, interpretando ele mesmo.

Os artistas compõe a trilha sonora junto com Z'África Brasil, Mano Brown, Emicida e Sabotage, autor da ainda inédita música dos créditos finais, gravada pela orquestra especialmente para o filme. O elenco conta também com Kaike Jesus (“Linha de Passe”), Elzio Vieira, Sandra Corveloni, Thogun Teixeira, Fernanda de Freitas, Hermes Baroli e tem participações especiais da Osesp e de sua regente titular, Marin Alsop.