Leilão de artigos da coleção particular da atriz Lauren Bacall arrecada US$ 3,63 milhões

Apartamento da atriz está à venda por US$ 26 milhões

Redação Publicado em 02/04/2015, às 18h29 - Atualizado às 18h45

Lauren Bacall
Vince Bucci/AP

Nesta quarta-feira, 1º, em Nova York, foi encerrado um leilão que vendeu peças da coleção da atriz Lauren Bacall. Com todos os lotes esgotados, o evento arrecadou 3,639 milhões. As informações são da Casa Bonhams, que realizou o leilão. No total, 746 objetos da atriz da era de ouro de Hollywood foram arrematados.

Lauren Bacall era a última celebridade citada por Madonna em “Vogue” que ainda estava viva.

Esculturas, pinturas, mobiliário antigo europeu e asiático, vestidos, joias, adornos e bengalas estavam disponíveis para compra, reunidos em lotes que variaram de US$ 500 a US$ 100 mil. Um colar de ouro de 14 quilates, da grife Tiffany , arrecadou US$ 52.5 mil e um bracelete de ouro de 18 quilates com diamantes foi arrematado por US$ 50 mil.

Todos os objetos estavam no apartamento de Bacall no edifício Dakota, com vista para o Central Park, onde a atriz viveu por mais de 50 anos. Localizado no edifício Dakota, no Upper West Side, em Nova York, que data de 1884, o imóvel conta com três quartos, uma biblioteca, uma sala de estar e uma sala de jantar. A atriz Lauren Bacall foi uma das maiores estrelas da era de ouro de Hollywood, famosa pelo romance nas telas e na vida real com seu marido Humphrey Bogart.

Guitarra que John Lennon usou para gravar “Paperback Writer” vai a leilão .

O apartamento está a venda por US$ 26 milhões. A atriz viveu no local dos anos 1960 até a morte dela, em agosto de 2014. O Dakota, um dos condôminos mais emblemáticos de Nova York, já teve outros moradores ilustres, como o Beatle John Lennon, que foi assassinado na porta do prédio em 8 de dezembro de 1980.

Lauren Bacall morreu no apartamento que está à venda em 12 de agosto de 2014. A informação foi divulgada por um integrante da família dela ao site TMZ e, de acordo com o ele, a atriz não resistiu a um acidente vascular cerebral. Ela manteve uma carreira consistente ao longo dos anos seguintes. Filmes como À Beira do Abismo (1946), Paixões em Fúria (1948), Como Agarrar um Milionário (1953) e Teu Nome é Mulher (1957).

Dez grandes parcerias do rock and roll.

Em 1996, contudo, a atuação em O Espelho tem Duas Faces deu a ela a primeira e única indicação ao Oscar e um Globo de Ouro na categoria de melhor atriz coadjuvante. Em 2010, a Academia decidiu dar à atriz o Oscar honorário pelo conjunto da obra em reconhecimento de seu importante papel de Lauren nos anos dourados de Hollywood.