Liam Gallagher e Ed Sheeran se posicionam contra a caça recreativa

Os músicos se juntaram a grandes nomes ingleses em oposição à prática

Redação Publicado em 17/12/2018, às 14h38

None
Liam Gallagher (Foto:Mark Allan/AP)

Liam Gallagher e Ed Sheeran se juntaram a um grande grupo de pessoas públicas britânicas e se colocaram contra a importação de “troféus” da caça recreativa.

Em uma carta enviada ao jornal The Guardian, vários nomes conhecidos se disseram em oposição à prática.

Além dos músicos, a atriz Joanna Lumley (O Lobo de Wall Street), o ator Eric Idle (Monty Phyton), a apresentadora Carol Vorderman, a comediante Sue Perkins e os políticos ingleses Jeremy Corbyn e Zac Goldsmith figuram o documento.

O texto indica que a prática é “cruel, imoral, arcaica e injustificável”. Eles pendem ao governo inglês o banimento da importação dos tidos como “troféu” por caçadores, como animais abatidos, partes dos corpos, entre outros. A ideia é desencorajar a caça, já que os praticantes não poderiam mais entrar no Reino Unido com os "troféus". 

A carta foi escrita em resposta a uma matéria do jornal inglês na qual expunha que caçadores pretendem pagar milhares de libras para perseguir e matar vida selvagem.

O The Guardian também reportou que, só na última década, praticantes da caça recreativa levaram à Grã Bretanha quase duas toneladas de presas de elefantes como troféus.

A carta, organizada pela Campaign to Ban Trophy Hunting, diz: “Taxas insustentáveis ​​de caça recreativa fizeram com que algumas populações de grandes felinos da África diminuíssem, enquanto a caça e a caça furtiva superavam a taxa de reprodução de elefantes”.
 
“Acreditamos que um fim global para a caça recreativa é desejável, e que o turismo feito na natureza seja uma maneira humana e mais eficaz de conservar a vida selvagem e apoiar as comunidades locais. Portanto, pedimos ao governo do Reino Unido que se comprometa com a suspensão das importações de troféus de caça com urgência.”