Liberdade condicional de Chris Brown é revogada

O cantor não foi sentenciado a passar tempo na prisão

Rolling Stone EUA Publicado em 17/12/2013, às 20h34 - Atualizado às 20h40

Chris Brown
AP

Uma corte de Los Angeles revogou a liberdade condicional de Chris Brown pela segunda vez este ano na segunda, 16, por causa da prisão de Brown, em outubro, quando foi acusado de agredir um homem, em Washington. O cantor deverá agora terminar de cumprir as exigências da reabilitação e do trabalho comunitário, como limpar calçadas e remover grafites, relacionados à agressão de 2009 de Rihanna, de acordo com The Associated Press. O promotor de justiça não solicitou que o cantor seja colocado na cadeia. Ele terá que retornar à corte no dia 10 de fevereiro para a avaliação do progresso na reabilitação.

No mês passado, Brown foi condenado a cumprir 90 dias de reabilitação depois de ter sido expulso do centro onde estava internado por conta de um incidente no qual jogou uma pedra na janela carro da mãe dele depois de uma sessão de tratamento. Na audiência desta segunda-feira, os responsáveis pela liberdade condicional dele reportaram que o cantor estava se beneficiando do programa. O advogado do cantor concordou com a decisão do juiz de revogar a condicional de Brown sem uma sentença de prisão.

Ainda assim, Brown terá que se comparecer novamente perante a justiça no ano que vem. Ele terá que se apresentar ao juiz em janeiro por conta das acusação de agressão de um menor em outubro. Fora seus problemas com a lei, Brown lançou três singles este ano, que estarão no seu próximo álbum X (programado para 2014).