Libertines concluirá canções antigas para o próximo disco, diz Carl Barât

Terceiro álbum da banda britânica deve sair em 2015

Redação Publicado em 13/11/2014, às 17h13 - Atualizado às 17h37

Carl Barât, do Libertines

Ver Galeria
(4 imagens)

Ainda que Pete Doherty tenha declarado mais de uma vez que a reunião do Libertines este ano aconteceu apenas por dinheiro, parece que o encontro dele com os velhos amigos vai render muito mais. Carl Barât já afirmou que a banda lançará o terceiro disco da carreira em 2015 e que gostaria de ter Jack White como produtor. Agora, o guitarrista conta que, para o novo álbum, o grupo irá concluir faixas antigas.

A evolução do rock and roll em onze passos .

“Como fizemos com ‘'Music When The Lights Go Out’ no segundo disco – que foi composta muito antes, nos anos 1990”, diz Barât à revista britânica NME. “Ela foi escrita bem antes de o Libertines ter assinado com uma gravadora ou de ter desfrutado do sucesso.”

Ele ainda acrescenta: “Então, algumas coisas velhas sugiram na mistura. Eu estava dizendo que provavelmente deveríamos colocar ‘You’re My Waterloo’ neste álbum, após ter colocado ‘Music When The Lights Go Out’ no último disco”.

Entenda como aconteceu o reencontro do Libertines.

“Temos muito material que é de qualidade e não estamos sob nenhum tipo de pressão, o que é muito bom criativamente”, segue o guitarrista e vocalista, que conclui: “Vamos fazer este disco na hora certa”. Em entrevista recente, entretanto, o mesmo Barât chegou a dar uma previsão de lançamento do álbum. “Precisa ser no próximo ano”, disse. “Nós só precisamos achar tempo”.

Doherty também falou sobre a ideia de “finalizar as canções que não terminamos naquela época”. “Todas aquelas músicas que não tocamos para mais ninguém e estão mergulhadas em éter. Nós também queremos começar a ter novas ideias para que não sejam apenas coisas velhas.”

Veja como foi o retorno do Libertines à Londres, com um show para 60 mil pessoas no Hyde Park.

O Libertines teve ascensão e queda meteóricas. Lançaram dois discos, Up the Bracket e The Libertines, de 2002 e 2004, respectivamente, mas naquele mesmo ano o grupo chegou ao fim em decorrência do abuso de drogas – principalmente por parte de Doherty.

Lembre como foi o lançamento de The Libertines, o segundo disco do grupo, aqui.