Liga Católica chama David Bowie de “idoso bissexual” após o lançamento do clipe de “The Next Day”

O presidente do grupo religioso norte-americano não gostou do vídeo que traz várias referências religiosas

Rolling Stone EUA Publicado em 09/05/2013, às 11h12 - Atualizado às 12h49

David Bowie - "The Next Day"
Reprodução

Nem todo mundo ficou animado com o retorno de David Bowie: a Liga Católica zombou do novo vídeo de Bowie “The Next Day”, chamando o músico de “idoso bissexual londrino” e afirmando que o clipe “está coberto com o característico excesso”.

Quem fez estes comentários foi o presidente da Liga, Bill Donohue, em uma declaração publicada no site do grupo. O vídeo foi escrito por Bowie e dirigido por Floria Sigismondi e tem as participações de Gary Oldman e Marion Cotillard.

“The Next Day” mostra sacerdotes brincando com mulheres seminuas em uma boate onde um cantor que emula Jesus Cristo se apresenta, interpretado pelo próprio Bowie. Uma das mulheres, vivida por Marion, desenvolve as chagas de Jesus Cristo e o cantor desaparece em um piscar de olhos, dando a entender que ele ascendeu para o Paraíso.

“Em resumo, este vídeo reflete o artista: é uma bagunça”, escreveu Donohue, lembrando declarações feitas por Bowie ao longo dos anos sobre fé e dogmas que demonstravam que o cantor “não é nada senão confuso sobre a religião”.

A Liga Católica e Donohue já criticaram artistas sem piedade antes, entre eles Jon Stewart, do The Daily Show, Jamie Foxx e Bill Maher.

Música versus religião: 15 clipes que retratam (e polemizam) os dogmas da igreja.

Donohue não foi o único a ter problema com o vídeo de “The Next Day”. O YouTube tirou o clipe do ar por um breve período porque ele violava os termos de uso. “Com o massivo volume de vídeos no nosso site, algumas vezes nós tomamos a decisão errada”, disse um porta-voz do YouTube à Billboard norte-americana. A música dá nome ao mais novo álbum de Bowie, The Next Day, lançado em março.

Assista ao clipe de "The Next Day" no player abaixo: