Pulse

Lil Wayne é hospitalizado e cancela show nos Estados Unidos

Rapper tem epilepsia e sofreu múltiplas convulsões antes da apresentação, que estava marcada para o último domingo, 3

Redação Publicado em 04/09/2017, às 11h31 - Atualizado às 13h15

Lil Wayne no BET Awards 2017
Matt Sayles/Invision/AP

Lil Wayne foi hospitalizado após sofrer múltiplas convulsões em um quarto de hotel, na cidade norte-americana de Chicago. Em razão disso, o rapper de 34 anos, que tem epilepsia, cancelou um show em Las Vegas que seria realizado no último domingo, 3. As informações são do TMZ.

Em uma publicação no Instagram, a Drai’s Beachclub, casa noturna que receberia a apresentação, se pronunciou sobre o acontecimento. “Lil Wayne e todo o time Young Money/Maverick são nossos parceiros e membros da família Drai. Nossa prioridade é a saúde e o bem-estar dos nossos artistas. Todos aqui desejam ao Lil Wayne uma rápida recuperação.”

Leia a entrevista em que Lil Wayne revelou sofrer de epilepsia

Due to unforeseen circumstances Lil Wayne will be canceling his previously scheduled performance tonight at Drai's Nightclub located at the Cromwell Hotel. In lieu of his absence T.I. will be performing in his place alongside DJ Franzen for another installment of Sundrais. Lil Wayne and the entire Young Money / Maverick team are valued partners and members of the Drai's LIVE family. Our priority is the health and well-being of our artists. Everyone at Drai's wishes Lil Wayne a speedy recovery during this time. Doors for TIP tonight will open at 10:30 PM. #SunDRAIS #PoweredByMonster

Uma publicação compartilhada por Drai's Beachclub • Nightclub (@draislv) em

Dwayne Michael Carter Jr. (nome de batismo do cantor) apresentou diversos problemas de saúde nos últimos anos. Em junho de 2016, também foi hospitalizado após sofrer o que foi descrito como “duas pequenas convulsões”, apenas dois dias antes de se apresentar em Los Angeles. Três anos antes, em 2013, Wayne passou um longo período internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pela mesma razão. Na época, em uma entrevista à Billboard, o rapper explicou que os ataques epiléticos eram resultado de “estresse, falta de descanso e muito trabalho.”