Lollapalooza 2014: transporte, alimentação e outras dicas

Melhor forma de acessar o local é usando o trem, segundo a organização; meteorologia prevê sol forte e pancadas de chuva

Redação Publicado em 04/04/2014, às 12h34 - Atualizado em 07/04/2014, às 21h17

O Muse é um dos headliners do primeiro dia de Lollapalooza Brasil.
Divulgação

Este ano o Lollapalooza se firma no Brasil com a terceira edição consecutiva, que acontece nos próximos dias 5 e 6 de abril. Em 2012 e 2013, o evento ocorreu no Jockey Club de São Paulo, sendo que o primeiro teve dois dias de shows, e o segundo, três dias. A edição de 2013 do Lollapalooza ficou marcada pela lama formada após uma chuva forte na capital paulista. Para 2014, Perry Farrell, criador da marca, trocou os responsáveis pela realização do evento – após o desligamento da Geo, que fez as duas primeiras edições do festival, a Time For Fun assumiu a organização e trocou o local dos shows: agora, os cinco palcos do festival tomam o Autódromo de Interlagos, na zona sul de São Paulo.

Lollapalooza 2013: a cobertura completa do festival.

Em 2012, o Arctic Monkeys e o Foo Fighters foram os headliners das duas noites de festival. Em 2013, o The Killers, o The Black Keys e o Pearl Jam encerraram os três dias de festa. Este ano, o Muse e o Nine Inch Nails encabeçam a lista de shows do primeiro dia, enquanto o Soundgarden e o Arcade Fire lideram o segundo dia. Para evitar problemas de transporte e filas, veja abaixo algumas dicas para aproveitar melhor o festival:

Acesso

Além do transfer (que custa R$ 40 por pessoa ida e volta, e faz o trajeto até as proximidades do Autódromo saindo do WTC, na Marginal do Pinheiros), será possível chegar ao local de trem, ônibus, e carro, sendo que o veículo que tiver quatro ou mais pessoas ganha voucher de alimentação no festival.

Trem

A linha 9-Esmeralda da CPTM foi o meio utilizado por Perry Farrell para ir à coletiva de imprensa de apresentação do Lollapalooza Brasil 2014, no Autódromo de Interlagos. A estação Autódromo fica a aproximadamente 800 metros do portão 9 do festival. Para agilizar o acesso, o intervalo de tempo entre a passagem dos trens da linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) será reduzido.

Outra opção para ir de trem é descer na estação anterior, na mesma linha, a Jurubatuba, na Avenida das Nações Unidas nº 22540, a 3,5 quilômetros de uma das entradas do festival. De lá, partirão ônibus com a sinalização “Lollapalooza”.

No sábado, o trem funciona das 5h às 1h e, no domingo, das 5h às 0h.

Ônibus

Serão 27 linhas de ônibus que levam de vários lugares de São Paulo até o Autódromo de Interlagos, além de mais de 40 outras linhas que partem do terminal de ônibus Santo Amaro (que fica aberto 24h no fim de semana do festival). Para a volta, uma linha especial levará o público do festival até o terminal Santo Amaro, das 20h às 1h, partindo do portão 8. Para ver a lista completa de ônibus, acesse o site http://www.sptrans.com.br/.

Carro

As ruas no entorno do Autódromo estarão todas bloqueadas durante o fim de semana, e profissionais da CET fiscalizarão a região para se certificar de que não há carros estacionados no local. São 4 mil vagas de estacionamento (quase esgotadas), e quem levar quatro ou mais pessoas no carro ganhará vouchers de alimentação da organização. Quem for de carro, deve fazer a entrada pelo portão G. A vaga no estacionamento para cada um dos dias custa R$ 50.

Táxi

2 mil taxistas estão credenciados para trabalhar no fim do evento. O comprovante de cadastramento será afixado no para-brisa dos carros, permitindo a identificação. Serão três pontos de táxi nas imediações do local: o Ponto A: no portão 9, Av. Jacinto Julio; Ponto B: portão 8, Av. Sem. Teotonio Vilela; e o Ponto C: portão TL, Av. Interlagos.

Lollapalooza 2013: os prós e os contras do festival.

Bilheteria

Compra e retirada de ingressos serão feitas no portão 7.

O que pode levar?

Como é comum nesse tipo de evento, não será permitida a entrada de alimentos que não estejam lacrados, bem como de garrafas, capacetes, livros, revistas, jornais, latas, ou qualquer material de vidro e metal que possam ser pontiagudos ou cortantes. É proibida, também, a entrada com perfumes e cosméticos, fogos de artifício e bandeiras com mastro.

Pode levar chapéu (ou boné), óculos escuros, mochilas e bolsas, capa de chuva, protetor solar (e labial), canga e barra de cereal.

Equipamentos eletrônicos

O festival poderá ser filmado, gravado, ou fotografado, entretanto, não está permitida a entrada de máquinas fotográficas ou filmadoras profissionais. O jeito é registrar com o celular ou com máquinas digitais portáteis.

Clima

Segundo o site Climatempo, a temperatura deve ficar entre 17º e 30º no fim de semana do Lollapalooza. Na previsão não consta chuva, porém, é indicado estar preparado com capa (já que não é permitido a entrada de guarda-chuva). Além disso, o índice UV aponta altos níveis no fim de semana, portanto, o protetor solar é imprescindível. Roupas leves e confortáveis também são indicadas, assim como jaquetas e blusas para a provável queda de temperatura à noite.

Artistas brasileiros que se apresentam no Lollapalooza listam os shows que mais querem ver no evento.

Alimentação

O único alimento indicado pela organização para levar ao evento é a barra de cereal, portanto, é melhor preparar o bolso para as opções de alimentação costumeiramente caras que o Lollapalooza oferece.

O Chef Stage é uma das novidades do Lollapalooza para 2014. Com 16 estandes localizados entre os três palcos principais, a ideia de levar comida rápida e de qualidade ganha forma com pratos mais sofisticados de cozinheiros renomados. As comidas do Chef Stage, entretanto, têm um preço um pouco mais amargo: pode-se comer uma polenta com ragu de ossobuco por R$ 18 ou um sanduíche de costelinha com salsa de milho verde por R$ 21, mesmo preço de um risoto de linguiça toscana com molho provençal ou de um estrogonofe com arroz e batatas palha. Estarão disponíveis também doces como brownie (R$ 6), macaron (R$ 6), brigadeiro gourmet (R$ 3), milk-shake (R$ 12).

Espalhados pelo festival: esfihas de carne e frango, pastéis, pizzas, saladas e sucos de frutas, espetos de carne, frango, língua e queijo coalho (por R$ 9); crepes, açaí, hot dog, batatas frita, onion rings (R$ 12); beirutes, yakissobas, fischips, nachos, nhoques, pennes e kebabs (R$ 15), entre outros.

Lollapalooza 2014: “Tudo o que fazemos é um pouco esquisito”, diz integrante do Arcade Fire.

Transmissão

Nos dois dias, a partir das 14h, os canais Multishow e Bis transmitem os shows dos palcos Onix, Skol, Interlagos e Perry, na TV e na web.

Na galeria acima, veja o mapa com a localização dos palcos e clique aqui para checar os horários dos shows do festival.