Lollapalooza 2017: Martin Garrix e Jimmy Eat World incrementam line-up do festival

Megaevento retorna ao Autódromo de Interlagos em 25 e 26 de março do ano que vem; Metallica e Strokes também têm shows marcados

Redação Publicado em 17/10/2016, às 12h43 - Atualizado às 13h14

O DJ holandês Martin Garrix
Scott Roth/Invision/AP

Quando a organização do Lollapalooza Brasil anunciou o line-up da edição nacional de 2017 do festival um espaço na segunda fileira da escalação havia ficado “censurado”. No último domingo, 16, os nomes que estavam escondidos foram revelados: Martin Garrix e Jimmy Eat World.

O DJ holandês Martin Garrix vem para incrementar a porção de música eletrônica do Lollapalooza Brasil – que, em 2017, tem menos força do que nos anos anteriores –, enquanto a banda norte-americana Jimmy Eat World é mais uma das atrações de rock alternativo do festival.

LEIA TAMBÉM

Lembre como foi o primeiro dia de Lollapalooza 2016

Lembre como foi o segundo dia de Lollapalooza 2016

Lollapalooza 2016: a cobertura fotográfica do festival

O Lollapalooza Brasil 2017 retorna ao Autódromo de Interlagos, em São Paulo, nos dias 25 e 26 de março. Entre os headliners do festival estão as bandas Metallica e The Strokes, além do cantor pop The Weeknd, do The xx e The Chainsmokers.

A escalação ainda traz as voltas de Two Door Cinema Club, Cage the Elephant e Criolo, além das estreias de Rancid, Duran Duran, Flume, The 1975, G-Eazy, Tove Lo, Melanie Martínez, Marshmello, Tegan and Sara, Nervo, MØ, Silversun Pickups, Glass Animals, Illusionize, Tchami, Don Diablo, Chemical Surf, Vance Joy e Catfish and the Bottle Men, entre outras atrações estrangeiras.

Entre os brasileiros, além de Criolo, foram listados Céu, Jaloo, Suricato, Daniel Groove, BaianaSystem, Gabriel Boni, Bratislava, The Outs e Doctor Pheabes.

Veja abaixo a publicação com todos os nomes inclusos.

Os ingressos para a edição de 2017 do Lollapalooza Brasil começaram a ser vendidos no último dia 12 de setembro, neste endereço. Para o ano que vem, o primeiro lote de Lolla Pass – pacote que dá acesso aos dois dias – custa R$ 800 (há meia-entrada), com o segundo lote segundo lote sendo comercializado por R$ 920.

Além do Lolla Pass, é possível comprar o Lolla Day, exclusivamente para o primeiro ou segundo dia do festival. No primeiro lote, um ingresso do tipo Lolla Day custa R$ 540 (há opção de meia-entrada), enquanto o segundo lote vende a mesma entrada por R$ 590.

Este ano, a organização anunciou novidades: não há ingressos físicos. Em vez do papel, a entrada no Lollapalooza será feita por meio de pulseiras com tecnologia RFID, chamadas AXE Lolla Cashless. A principal mudança é que a pulseira pode receber carga em dinheiro, servindo para compra de alimentos, bebidas e outros serviços do evento.

Em 2016, cerca de 160 mil pessoas passaram pelos quatro palcos instalados em Interlagos entre os dias 12 e 13 de março. Florence + the Machine, Eminem, Mumford & Sons, Noel Gallagher’s High Flying Birds, Tame Impala, Marina And The Diamonds, Jack Ü e Alabama Shakes, entre outros, foram as principais atrações da quinta edição do Lollapalooza no Brasil.

Dois mil e dezessete marca o sexto ano consecutivo em que o festival norte-americano acontece no Brasil (a estreia foi em 2012). Assim como em 2012, 2014, 2015 e 2016 – a única edição com três dias foi em 2013 –, o festival tem dois dias de duração. Já é o quarto ano em Interlagos, depois das duas edições iniciais acontecerem no Jockey Club da capital paulista