Lollapalooza 2019: Shows são interrompidos por conta de ventania e possiblidade de raios

O festival havia sido interrompido devido às condições climáticas

Redação Publicado em 06/04/2019, às 14h41

None
Palco Budweiser foi esvaziado (Foto:Pedro Antunes)

Primeira atualização às 14h40; Segunda atualização às 16h20

As condições climáticas bateram de frente com a realização do segundo dia de Lollapalooza 2019. Devido à chuva, ventos fortes e raios, a organização do evento decidiu segurar a continuação do segundo dia durante mais de 2 horas, para garantir a segurança da plateia.

A situação começou às 14h, quando uma ventania fez com que os shows do rapper Rashid e da banda LANY fossem interrompidos. A partir deste ponto, tudo começou a piorar, e o Lolla se colocou em estado de alerta.

A partir deste momento, por motivos de segurança, nenhuma outra banda tocou, e o público foi aconselhado a não ficar perto das estruturas dos palcos.

A chuva veio, e com ela, os raios. Os vendedores foram aconselhados a retornar para a base e parar com as vendas. Enquanto isso, a multidão buscava abrigo da chuva e se questionava qual seria o desfecho do dia.

Aproximadamente uma hora depois do início do temporal, funcionários da organização do Lolla, vestidos com coletes verdes, organizaram um círculo em torno da frente do palco Budweiser, aconselhando que as pessoas não se aproximassem da área.

Os portões foram fechados, impedindo qualquer um de entrar no Autódromo de Interlagos, decisão que acarretou em filas do lado de fora. O evento deixou claro que não estava evacuando as pessoas, e que a saída estava liberada para quem quisesse. Aqueles que optassem por deixar o Autódromo, poderíam voltar sem problemas depois que as coisas acalmassem.

Ao todo, o Lolla ficou 2 horas e 11 minutos paralisado. Após isso, o clima melhorou e a organização finalmente viu a possibilidade de prosseguir com os shows. A banda Snow Patrol foi a primeira a voltar ao palco.