Louis Vuitton retira homenagem a Michael Jackson de coleção de roupas

Após depoimentos de supostas vítimas, cantor foi cortado do ciclo de diversas celebridades

Redação Publicado em 15/03/2019, às 14h01

None
Michael Jackson (Foto: Agent Press)

Após o escândalo renascido pelo documentário Leaving Neverland, diversos artistas cortaram laços com Michael Jackson, e os excluíram de seu convívio.

Foi o caso do episódio cancelado de Os Simpsons e da música excluída da setlist das turnês de Drake. E agora, mais um artista resolveu deixar de lado tudo relacionado ao cantor acusado de pedofilia.

A coleção de 2019 de Louis Vuitton foi pensada como uma homenagem clara ao músico. Até o convite foi pensado em ícones do MJ, e foi enviado em uma luva incrustada de brilhantes como a de "Beat It".

Porém, após os escândalos, o estilista resolveu remover da coleção todos os ítens que remetiam diretamente ao cantor.

Virgil Abloh, uma dos diretores artísticos, explicou o motivo da decisão. “Eu sei que, tendo em vista esse documentário, a apresentação [da coleção] causou diversas reações emotivas. Eu condeno completamente qualquer forma de abuso e violência contra crianças e a quebra de qualquer direito humano.”

Entre as ligações mais diretas que foram excluídas estavam uma camiseta estampada com a imagem conhecida de Michael Jackson se erguendo nas pontas dos pés com meias brancas e sapatos pretos e ítens estampados com bandeiras à la "We Are The World".

Além disso, também foram excluídos um moletom, uma camisa, um casaco e calças que continham personagens do superclipe "The Wiz",feito por Jackson em 1978.

Veja abaixo o desfile de Louis Vuitton: