Ludmilla recebe onda de ataques racistas e dá aula ao rebater: ‘Não vou me esconder’

A funkeira denunciou os comentários racistas e reafirmou a resistência dela como uma mulher negra na música

Redação Publicado em 18/06/2020, às 10h39

None
Ludmilla (Foto: Chico Cerchiaro)

A Ludmillarecebeu uma onda de ataques racistas após protagonizar alguns desentendimentos com a cantora Anitta. Contudo, a artista rebateu os comentários em um post do Instagram. 

De acordo com Hugo Gloss, o conflito entre as duas cantoras pop começou após Anittafazer uma piada com o relacionamento de Ludmillacom a bailarina Brunna Gonçalves no programa Anitta Fora da Casinha.

No episódio especial de dia dos namorados, a artista relembrou inúmeras notícia e tuítes que apontavam supostos casos amorosos dela, incluindo um breve envolvimento com a dançarina Ohana Lefundes. “Lógico que ela foi dar em cima de mulher também, né? Pegou bailarina, deve ter sido para imitar a Ludmilla”, disse Anitta.

+++ LEIA MAIS: Ludmilla cai na piscina enquanto canta música de Manu Gavassi em live

No dia 12 de junho, Ludmillaperguntou no Twitter: “Então eu vou ser obrigada a contar tudo o que aconteceu mesmo?”. Dois dias mais tarde, a funkeira publicou uma vídeo com mais de 10 minutos no Instagram em que expõe diversas atitudes incoerentes e comentários pejorativos de Anitta

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ludmilla (@ludmilla) em

 

O vídeo também mostra inúmeros comentários racistas e homofóbicos contra Ludmilla, que é chamada de “macaca” e “buce** preta”. Segundo o clipe, a própria Anitta chamava a cantora de “projetinho de Alcione”. Em resposta aos xingamentos, a funkeira postou em texto em que denuncia o racismo e afirma a resistência dela no meio artístico.

+++ LEIA MAIS: De quarentena com a Ludmilla: novo EP de pagode, Metallica e La Casa de Papel

“Não vai ser a primeira e, infelizmente, nem a última vez que terei que lidar com comentários racistas e respondê-los. E, para quem insiste em me atacar desta forma, só tenho uma coisa a dizer: Não vou me esconder. Continuarei falando e denunciando, buscando justiça para os culpados.”

Ela ainda disse: “Se você se cala diante da injustiça, você também está compactuando com ela. Para cada ofensa racista, eu encontro pelo caminho pessoas incríveis e que me inspiram nessa nossa luta. E é por isso que eu continuarei usando a minha voz para denunciar, para cobrar justiça, para seguir adiante e de cabeça erguida”.

Após a postagem, artistas negras como IZA, Preta Gil e Alcionese manifestaram e defenderam Ludmilla. Por fim, Anitta também comentou o caso e condenou as atitudes criminosas dos seguidores. 


+++ A PLAYLIST DO RUBEL