Macklemore encontra coragem nesse período pós-eleição de Trump com a música “Wednesday Morning”

O rapper encoraja os norte-americanos a “construírem pontes” e não se mudarem para o Canadá em uma música que pesa a mão no auto-tune

Rolling Stone EUA Publicado em 21/11/2016, às 15h02 - Atualizado em 22/11/2016, às 19h44

Macklemore

Ver Galeria
(2 imagens)

Macklemore acorda após o dia de eleição com “um gosto ruim na boca”, mas determinado a lutar por justiça social, tudo isso no novo single “Wednesday Morning”.

Sobre acordes de piano calmos, o rapper fala sobre o medo imediato que ele sentiu após a eleição presidencial dos Estados Unidos, na qual Donald Trump foi escolhido como o próximo presidente do país. Mas ele encontra coragem ao longo da faixa e promete “não se mudar para o Canadá, abandonar a nação”. O músico também aborda temas como liberdade sexual e religiosa. “Isto não é o apocalipse”, ele promete.

O frequente colaborador de Macklemore, Josh “Budo” Karp produziu “Wednesday Morning”, o segundo trabalho dos dois juntos, sucessor da balada “Drug Dealer”, uma análise brutalmente honesta sobre o vício em drogas.

Macklemore e o produtor de longa data Ryan Lewis escreveram “Drug Dealer” para o documentário da MTV Prescription for Change: Ending America's Opioid Crisis, em que o rapper discute o vício em opioides com o presidente Barack Obama.

Ouça abaixo “Wednesday Morning”.