Macklemore é acusado de antissemitismo e se defende

Rapper usou fantasia que reforçaria estereótipos contra os judeus

Redação Publicado em 19/05/2014, às 16h54 - Atualizado às 17h44

,
Twitter/Seth Rogen

Macklemore, um porta-voz do hip-hop consciente, gerou polêmica ao se apresentar com uma fantasia considerada antissemita. Durante uma performance no Experience Music Project Museum, em Seattle, na sexta, 16, o rapper surgiu com uma prótese de nariz grande, uma peruca de cabelo em formato de “cuia” e uma barba falsa.

Grammy 2014: noite tem prêmios a Daft Punk e homenagens aos Beatles.

Em seguida, um grande número de pessoas reclamaram sobre o figurino escolhido para a apresentação, já que ele reforçaria estereótipos preconceituosos contra os judeus.

“Um nariz de bruxa, uma peruca e uma barca = fantasia aleatória”, ele escreveu no Twitter. “Não é minha ideia de estereótipo de ninguém.” Seth Rogen, que já havia postado uma foto do rapper com a frase “Primeiro você engana as pessoas e as fazem acreditar que você é um rapper, agora quer enganá-las e fazê-las pensar que você é judeu?”, respondeu a justificativa de Macklemore. “Mesmo??”, escreveu o ator. “Porque se eu falasse para alguém montar uma fantasia antissemita de um judeu, esse alguém teria comprado as mesmas coisas.”

Retrospectiva: os momentos mais marcantes do entretenimento em 2013 - Kendrick Lamar em "Control"