Madonna: abuso na venda de ingressos

Órgãos de defesa pretendem processar produtora por cobrança de taxas indevidas, informa jornal

Da redação Publicado em 22/08/2008, às 10h05 - Atualizado às 20h22

Madonna faz dois shows no Brasil: no Rio, em 14 de dezembro, e em SP, no dia 18
AP

A venda de ingressos para o show de Madonna ainda não começou, mas já tem gente reclamando do esquema montado pela produtora Time 4 Fun, responsável pela vinda da cantora ao Brasil. De acordo com o site do jornal Folha de S. Paulo, o Procon vai processar a empresa pela cobrança de taxa de 20% sobre o valor do ingresso nas compras pela internet e pelo telefone.

Além do valor extra, chamado de taxa de conveniência, ainda será cobrada uma tarifa de entrega - seja ela feita por motoboy, correio ou por retirada em postos credenciados.

Em entrevista ao veículo, representantes do Ministério Público e do Procon afirmam que a cobrança da taxa é uma "prática abusiva". A produtora será processada, autuada e multada.

Os ingressos para os shows de Madonna no Brasil estão entre os mais caros da turnê: entradas para a pista vip, mais próxima do palco, custam R$600 - para a abertura da turnê amanhã, 23, em Cardiff (País de Gales), os mesmo ingressos custaram o equivalente a R$256.

Clique aqui para conhecer a estrutura dos shows da turnê Sticky & Sweet.