Madonna desmente referência ao ecstasy em show

Depois de críticas do DJ deadmau5, cantora afirmou que estava citando o produtor Cedric Gervais, e não a droga

Rolling Stone EUA Publicado em 27/03/2012, às 10h21 - Atualizado às 10h30

Madonna
Reprodução/Twitter oficial

Por meio do Twitter, Madonna respondeu às críticas do DJ deadmau5 a respeito da suposta citação da cantora ao ecstasy em uma aparição no Ultra Music Festival, no último fim de semana. O produtor condenou a atitude da cantora, que, no palco do evento de música eletrônica, perguntou: “Quantas pessoas nessa plateia viram a Molly?”. Madonna apareceu no festival para chamar o DJ Avicii ao palco, e fez a pergunta pouco antes da aparição do artista. “Molly” é uma gíria em inglês para MDMA, princípio ativo do ecstasy.

A Rainha e os Velhos Tempos: Madonna reflete sobre três décadas de provocações, escândalos e sucessos

“Você é um modelo para centenas de milhões”, escreveu deadmau5 no Twitter. “A música eletrônica poderia usar sua influência positiva, não esse papo de ‘molly’”. Madonna, por sua vez, respondeu postando uma foto antiga dela usando orelhas de Mickey – referência ao próprio deadmau5, que se apresenta com uma máscara/capacete com as orelhas. Na imagem, que você vê acima, ela afirmou que na verdade estava falando a respeito da música “Have You Seen Molly”, de Cedric Gervais, com quem ela quase colaborou em seu recém-lançado disco, MDNA (que lembra claramente o MDMA). “De rato para rato, eu não apoio o uso de drogas e nunca apoiei. Eu estava me referindo à música chamada ‘Have You Seen Molly’, escrita pelo meu amigo Cedric Gervais, com quem eu quase colaborei em meu disco”, diz a mensagem na foto (veja a imagem ampliada).

deadmau5 respondeu, também via Twitter: “Justo, eu estava apenas expressando minha preocupação, como costumo fazer. Respeito por ter esclarecido pessoalmente”. Madonna escreveu de volta: “Comunicação é sempre o melhor. Você deveria ter me chamado antes, poderíamos ter esclarecido 'em particular'”, ao que ele respondeu: “Claro. Independente disso, seja um pouco mais cuidadosa com o que você *deveria* representar em eventos de música eletrônica, e eu vou segurar minha boca”.