Madonna pede para Estados Unidos ficarem fora da Síria

Cantora postou no Instagram imagem para pedir a não intervenção militar no país árabe

Redação Publicado em 07/09/2013, às 13h07 - Atualizado às 13h12

Madonna
Evan Agostini/Invision/AP

Madonna é notavelmente uma artista que volta e meia se envolve com questões políticas, e não ficou calada diante da atual crise política que envolve os Estados Unidos e a Síria. A cantora em sua conta de Instagram pediu: “Estados Unidos, não entrem na Síria”.

Benfeitores da música: dez artistas que dedicam tempo e dinheiro a causas humanitárias.

A mensagem foi replicada por diversos veículos de comunicação norte-americanos que lembraram ter sido a cantora uma ferrenha apoiadora da candidatura de Barack Obama. O presidente recentemente solicitou aos senadores do país que aprovem a intervenção militar no país árabe, que teria utilizado armas químicas contra a população.

Arquivo RS: há 25 anos, Madonna já mostrava que se tornaria uma estrela.

Outra causa apoiada por Madonna recentemente foi pela liberdade da comunidade LGBT na Rússia. Durante passagem pelo país, no ano passado, a cantora fez discurso contra a legislação antigay. Tanto ela como Lady Gaga, que meses depois repetiu o protesto, foram acusadas por autoridades de desobedecer leis de visto ao fazer shows no país.