Madonna volta a provocar republicanos

Cantora citou novamente Sarah Palin, candidata à vice-presidência dos Estados Unidos

Da redação Publicado em 13/10/2008, às 13h03

Madonna quer deixar clara a sua posição política durante a perna norte-americana da turnê . A cantora voltou a provocar o partido republicano, do candidato à presidência John McCain, e de Sarah Palin, que disputa o cargo de vice.

Na apresentação no Madison Square Garden, em Nova York, Madonna fez ruídos na guitarra, dizendo "esse é o som de Sarah Palin pensando", informou o site do semanário britânico NME. Ao final da música "Express Youself", a cantora cutucou ainda mais a candidata. "Eu gostaria de me expressar para Sarah Palin agora", disse, jogando camisinhas para o público. A imprensa norte-americana divulgou a gravidez de Bristol, filha de 17 anos de Sarah, há cerca de um mês e meio.

Na semana passada, Madonna disse, em Nova Jersey, no primeira apresentação da turnê nos EUA, que a republicana não poderia ir aos seus shows. Em Cardiff, País de Gales, a rainha do pop também causou polêmica ao mostrar no telão imagens de John McCain e Hitler, como se estivesse comparando-os.