Mãe de Lady Gaga acredita que errou por não perceber depressão da filha: ‘Não vi os sinais de alerta’

As duas atualmente têm uma fundação para capacitar as pessoas a lidarem com doenças mentais

Redação Publicado em 29/01/2020, às 18h57

None
Frame de Gaga: Five Foot Two

Cynthia Germanotta, mãe de Lady Gaga, revelou que sente ter errado com a filha na juventude da cantora por não ter percebido a depressão dela, durante uma entrevista ao programa Today, nesta segunda, 27 de janeiro. 

"No Ensino Médio, por causa do seu jeito único, ela começou a enfrentar muitas batalhas. Você sabe, se sentia isolada nos eventos. Humilhada. Provocada. E ela começava a se questionar e a duvidar de suas próprias habilidades. E foi aí que ela desenvolveu depressão. Tentamos o nosso melhor como pais para ajudá-la, mas não sabíamos tudo", afirmou. 

+++LEIA MAIS: Stupid Love: o que esperar do futuro de Lady Gaga no pop?

O maior arrependimento de Cynthia é que ela não estava preparada para lidar com os problemas da filha na época, porque não era tão informada sobre o assunto como é agora: "Eu sinto que errei, pois não vi os sinais de alerta", explicou. 

Ao lado de Lady Gaga, a mãe trabalha na Fundação Born This Way, que visa capacitar as pessoas a lidarem com doenças mentais: "Quando sua carreira decolou e estávamos viajando pelo mundo e conversando com jovens, percebemos quantos outros jovens tiveram experiências semelhantes", contou. 

+++LEIA MAIS: Lady Gaga diz que desenvolveu distúrbio de ansiedade após ser estuprada

Em dezembro de 2016, Lady Gaga revelou ao público tratava Transtorno de Estresse Pós-Traumático. Mais tarde, explicou à apresentadora Oprah Winfrey que desenvolveu TEPT (ou Transtorno de Estresse Pós-Traumático) após ser estuprada enquanto jovem. O distúrbio de ansiedade se manifesta quando o portador é vítima ou testemunha de atos violentos ou situações traumáticas. 


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL