Maior prisão da Escócia inaugura selo musical para detentos

A Criminal Records é uma iniciativa da artista Jill Brown, e tem como objetivo ajudar no retorno dos condenados à sociedade

Redação Publicado em 14/09/2020, às 19h17

None
Quarto na cadeia HMP Barlinnie(Foto: Jeff J Mitchell/Getty Images)

O artista Jill Brown anunciou a inauguração do Criminal Records, selo voltado exclusivamente para artistas presos ou ex-condenados na cadeia de HMP Barlinnie, em Glasgow, a maior prisão da Escócia.

Ele contou, em entrevista à BBC, que o projeto nasceu depois do tempo que passou na prisão, organizando atividades com os detentos.

"Meu objetivo é dar voz às pessoas, simplesmente isso", Jill contou. "Dar voz às pessoas que sentem que tiveram isso negado a elas, e plantar a semente da esperança para que eles consigam ver que a vida deles pode ser melhor, e que podem contribuir para a sociedade."

Segundo ele, o objetivo inicial é trabalhar com pessoas que já cumpriram a sentença e foram liberadas, e em seguida, levar o selo para dentro da prisão.

"Você não pode prender uma pessoa e esperar que ela saia de lá mudada se você não contribuiu positivamente para a vida dela enquanto está lá", explicou. E completou: "Pessoalmente, acho revigorante quando alguém ganha um nova chance na vida.


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'