Pulse

Maisie Williams comenta sobre épico episódio de Game of Thrones

'The Long Night' foi ao ar neste último domingo, 28, e retratou a tão esperada Batalha de Winterfell

Redação Publicado em 29/04/2019, às 15h00

None
Maisie Willams como Arya Stark em Game of Thrones (Foto: HBO / Divulgação)

[Atenção! Esta publicação contém spoilers do terceiro episódio da oitava temporada de Game Of Thrones]

No último domingo, 28, a HBO transmitiu 'The Long Night', o terceiro episódio da última temporada de Game of Thrones. O tão esperado capítulo trouxe a Batalha de Winterfell que coloca os vivos contra os mortos.

Com 82 minutos de duração, 'The Long Night' trouxe a reviravolta da série quando Arya Stark (Maisie Williams) assassinou o Rei da Noite, mesmo que a expectativa dos fãs era que Jon Snow (Kit Harrington) fosse o escolhido para matar o grande vilão.

+++ SOLTA O RIFF! Rolling Stone Brasil vai premiar o melhor riff do Instagram com prêmios exclusivos; participe!

Em um entrevista para a Entertainment Weekly, os atores comentam sobre o episódio:

“Foi inacreditavelmente legal”, diz Willams. “Mas eu imediatamente pensei que todos iam odiar, que Arya não merecia isso. A parte mais difícil de uma série é quando você constrói um vilão impossível de ser derrotado e você vai lá e o derrota. Isso tem que ser feito de uma maneira muito inteligente, porque, caso contrário, o público vai pensar coisas como: 'ah, ele não deve ser tão difícil assim se ele pode ser esfaqueado por uma menina de 45kg'. Então, você tem que fazer com que isso seja legal. Quando eu contei para o meu namorado, ele estava ‘Hmmm, deveria ser o Jon, não deveria?'”.

Enquanto Kit Harrington, apesar de ter sido pego de surpresa, apoiou a decisão.

"Achei que seria eu! Mas gostei, isso dá propósito ao personagem da Arya, um objetivo final. É muito melhor a forma como ela faz. Penso que isso deve decepcionar muita gente já que Jon estava caçando o Rei da Noite. A espera por essa luta épica que nunca acontece é gigantesca. Mas é isso que é Game of Thrones. É a coisa certa a se fazer para os personagens. É especial não ser quem você espera. A Arya realmente desafia a todos", falou o ator.

O diretor Miguel Sapochnik também explica a intenção é ter uma quebra de expectativa. "Nós deixamos Arya de lado na narrativa por um tempo, mas ela volta de surpresa. O público coloca todas as esperanças para que o Jon seja o escolhido, mas ele sempre é. Então, montamos um plano sequência que faz com que o público pense que o Jon que irá matá-lo, mas aí ele fracassa. Ele desiste no último minuto. Achei que essa seria uma mudança que ninguém estava esperando."

A oitava e última temporada de Game of Thrones estreou no último dia 14 de abril. Os episódios da série são exibidos sempre aos domingos, às 22h (horário de Brasília), na HBO com transmissão simultânea na plataforma de streaming HBO Go.

+++ Mano Brown, Parangolé e Arctic Monkeys: Rincon Sapiência escolhe os melhores de todos os tempos em 1 minuto