Maitê Proença explica vídeo que causou chilique de Regina Duarte: ‘Era um pedido’

A atriz comentou a reação da secretária de Cultura e revelou qual foi a motivação para fazer o vídeo exibido pela CNN

Redação Publicado em 08/05/2020, às 08h29 - Atualizado às 08h30

None
Maitê Proença e Regina Duarte (Foto 1: Reprodução / Youtube) (Foto 2: Reprodução / CNN Brasil / Twitter)

Maitê Proença explicou o motivo de ter gravado o vídeo que causou chilique em Regina Duarte durante uma entrevista exclusiva com a CNN. Em uma live do Instagram, a atriz disse que queria pedir para secretária de Cultura ouvir a classe artística. 

“É um pedido para que ela converse com a classe dela, é só isso [..] É o que ela devia ter feito. Ela não entrou ontem [no governo], está há dois meses. É hora de ter um plano, de conversar, de falar que está tentando e dar alguma satisfação.”

+++ LEIA MAIS: Regina Duarte canta música da ditadura e minimiza torturas e mortes em entrevista

Ela completou: "E achei realmente que, como gosto dela e a defendi, para toda a classe, meti minha mão no fogo [na época]. A ponto das pessoas imaginarem que meu voto tinha ido para o mesmo lugar [para Jair Bolsonaro], mas ainda assim ela não quis ouvir".

A pedido da emissora, Maitê mandou um recado para a secretária. A atriz disse que a “cultura está perplexa com a falta de informação” e que a responsável pela cultura do país ainda não colocou em prática as propostas apresentadas. 

+++LEIA MAIS: Regina Duarte deve R$ 319,6 mil em irregularidades com a Lei Rouanet, diz revista

“É inexplicável o silêncio sobre uma política para o setor. Nós estamos sobrevivendo de vaquinhas. Nesse túnel comprido, e sem futuro a vista para arte, que afinal, se faz juntando gente. Mas, afinal, até quando isso vai se sustentar. São muitos poucos os que têm reservas financeiras para milhares [de artistas] que estão à míngua”.

Maitê também disse: “Enquanto isso, morrem os nossos gigantes: Rubens [Fonseca], Aldir [Blanc]... Nenhuma palavra de nosso presidente, de nossa secretária. Regina, eu apoiei desde o início o seu direito a posição que divergia da maioria. Regina, fala com a gente".

Em resposta ao vídeo, a secretária deu um chilique e disse: Muito obrigada. Muito obrigada. Foi preciso eu dar um chilique. Me desculpem os telespectadores. Para quê? Quem é você [Daniela Lima]? Daniel [Adjuto, repórter da CNN], não combinamos nada disso".


+++ MINHA PLAYLIST.... FRANCISCO, EL HOMBRE | ROLLING STONE BRASIL